3 prefeituras estão próximas a pedir o fechamento dos restaurantes às 20h

O governo metropolitano de Tóquio está combinando com três prefeituras vizinhas para solicitarem que os restaurantes fechem às 20h, a partir do final desta semana, para ajudar a conter a disseminação de infecções por coronavírus.

A capital, bem como os governos das prefeituras de Chiba, Kanagawa e Saitama, vão pedir aos restaurantes e bares que reduzam ainda mais seu horário de funcionamento a partir das 22h, hora de fechamento atualmente solicitada, visto que o ressurgimento de casos de vírus continua, sobrecarregando o sistema médico.

O governo de Tóquio começou a solicitar que restaurantes, bares e karaokês que servem bebidas alcoólicas fechem às 22h no final de novembro, oferecendo-lhes uma compensação, mas a medida até agora tem sido ineficaz na redução do número de infecções por vírus.

A chamada da capital para redução do horário comercial estava originalmente programada para terminar em 17 de dezembro, mas foi estendida até 11 de janeiro. As outras três prefeituras também tomaram medidas semelhantes.

A governadora de Tóquio, Yuriko Koike, disse aos repórteres no domingo: “Como a área metropolitana de Tóquio e as prefeituras vizinhas estão conectadas, estamos nos coordenando para implementar medidas eficazes“.

No sábado, Koike e os líderes das três outras prefeituras solicitaram em conjunto ao governo central que declarasse outro estado de emergência em relação ao novo coronavírus, após o emitido em abril do ano passado, que ajudou a conter a propagação do vírus, mas foi um grande golpe para a economia.

O governo central ouvirá as opiniões de especialistas em saúde em breve sobre a declaração do estado de emergência em Tóquio e nas prefeituras vizinhas, disseram autoridades no domingo.

Os quatro governos locais estão considerando lançar o prazo para pedir que os restaurantes e bebidas fechem às 20h na quinta ou sexta-feira, e continuando por até um mês, de acordo com as fontes.

A etapa cobrirá inicialmente locais que servem bebidas alcoólicas e, em seguida, todos os restaurantes, incluindo aqueles que não servem bebidas alcoólicas em 12 de janeiro. A compensação será aumentada em relação aos níveis atuais, acrescentaram.

Tóquio relatou 816 novas infecções no domingo, elevando o total acumulado para 62.590, de longe o maior entre as 47 prefeituras do país.

Em todo o país, mais de 3.100 novos casos e 60 mortes foram confirmados no mesmo dia.

Leia também:

#diaadia


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.