Além da ajuda dos 100 mil, você sabe quais benefícios temos no momento?

A Yahoo! Japan está com a página “Yahoo! Kurashi” onde especifica todos os benefícios que existem no Japão, em consequência do coronavírus.

1- Ajuda dos 100 mil ienes

No dia 27 de abril, o governo japonês anunciou que iria distribuir 100 mil de ajuda para cada residente no Japão. Algumas cidades foram mais rápidas ao mandar os formulários para o preenchimento do pedido, mas caso o papel ainda não tenha chegado na sua casa, é bom confirmar na prefeitura da sua cidade, ou se você mudou de residência precisa confirmar na prefeitura da cidade onde morava. Se você fez o pedido on-line você não teve o trabalho de ter que preencher e mandar o envelope!

2- Prorrogação de 1 ano no pagamento de impostos (sem juros, sem penhoramento) *Até o dia 30 de junho de 2020

O governo japonês está prorrogando o pagamento dos impostos por um ano daqueles que não podem pagar pelo seguintes motivos:

– Perda considerável em bens ou dinheiro em consequência a desastres;

– A pessoa, ou um membro da família ficou doente;

– Perda significativa em seus negócios, ou aqueles que fecharam seus negócios

3- Benefícios de emergência de apoio aos estudantes

Para estudantes que estão com dificuldade para estudar devido à diminuição significativa da renda em tempo parcial (arubaito).

Quem irá decidir se o aluno está de acordo com os requisitos será a faculdade do estudante.

Existem dois tipos de ajuda:

– Ajuda de 200 mil ienes de ajuda para os estudantes que têm baixa renda familiar;

– Ajuda de 100 mil ienes de ajuda para os estudantes que uma renda familiar considerada “normal”

*Para entender melhor, é bom o próprio estudante perguntar na faculdade sobre os benefícios

4- Benefícios especiais para famílias monoparentais

O governo estará ajudando as famílias monoparentais com auxílios (são ao todo dois auxílios), levando em consideração o número de filhos e a situação atual da família.

Requisitos para receber uma ajuda de 50 mil ienes (se tiver apenas um filho) + 80 mil ienes (do segundo filho em diante):

– Ter recebido a ajuda de “Família Monoparental” no mês de junho;

– Famílias que recebem o “Kouteki Nenkin” (pensão nacional por deficiência, velhice ou morte), por esse motivo não recebem auxílios para famílias monoparentais;

– Famílias que tiveram grande diminuição na renda familiar

Requisitos para receber uma ajuda de 50 mil ienes:

– Famílias que já tinham baixa renda, mas por conta do coronavírus houve uma queda maior na renda familiar

5- Ajuda extra de 10 mil ienes para famílias que têm filhos

Ajuda extra de 10 mil ienes para as famílias que já recebem o “Jidou Teate” (auxílio para crianças, ou mais conhecido como “ajuda do leite”).

*Aqueles que trabalham para o governo não receberão

6- Auxílio para pagamento do aluguel

Pessoas cuja renda diminuiu consideravelmente por terem perdido seus empregos, ou fecharem seus negócios dentro de dois anos (incluindo freelancers).

Ajuda do valor total do aluguel dentro de 3 meses, podendo chegar até 9 meses de ajuda.

7- Fundo de emergência para casos especiais (até 200 mil)

Ajuda de até 200 mil ienes para as famílias cuja a renda foi reduzida devido à diminuição de serviço. Não há juros.

*Período para devolução do dinheiro é no máximo de dois anos.

8- Fundo de emergência para casos especiais (até 200 mil) *Para aqueles que estão desempregados

Para aqueles que precisam reconstruir suas vidas, principalmente aqueles que estão desempregados.

Auxílio de até 200 mil ienes para famílias com mais de duas pessoas, e 150 mil ienes para pessoas solteiras. A devolução do fundo de emergência começa após 1 ano do recebimento.

*Período de devolução do dinheiro é no máximo de 10 anos.

Para entender melhor sobre os benefícios leia aqui (em japonês) ou visite a prefeitura da sua cidade.

#diaadia


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.