ALERTA: Japão poderá entrar novamente em estado de emergência

Yasutoshi Nishimura, ministro encarregado da resposta ao coronavírus no Japão, advertiu a nação de que um estado de emergência pode ser imposto novamente se a propagação do coronavírus não for contida, afirmando que as três próximas semanas serão “cruciais” para a decisão.

“Um estado de emergência aparecerá se a propagação não for contida em três semanas”- disse Nishimura em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (25).

O painel de especialistas do governo recomendou que as pessoas não viajassem para áreas que viram um rápido aumento das infecções.

“Tomar medidas preventivas agora é crucial para proteger o sistema médico do país, que está sofrendo com a pandemia- acrescentou o ministro.

De acordo com o painel de especialistas, cidades como Sapporo, Osaka e Nagoya, juntamente com os 23 bairros de Tóquio, estão no estágio 3 (o segundo pior nível em um sistema de quatro camadas para medir a gravidade da situação do coronavírus).

Viagens de ida e volta para essas áreas do estágio 3 devem ser evitadas tanto quanto possível, e segundo os especialistas é muito importante intensificar as medidas preventivas, para que as pessoas possam ter um final de ano tranquilo, e evitar a sobrecarga dos sistema de saúde.

Segundo Toshio Nakagawa, chefe da Associação Médica do Japão, o sistema de serviços médicos do país “está à beira do colapso”, pois o ritmo do aumento das infecções é particularmente rápido e simultâneo em áreas como Hokkaido, Tóquio, na região de Kansai e Chubu.

“Está se tornando difícil para as instituições médicas tratar outros clientes além daqueles com o coronavírus”- acrescentou Nakagawa.

#coronavirus


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.