via: iview

Japão

‘Assassino do Twitter’ do Japão condenado à morte por matar nove pessoas

2020.12.15

O assassino em série de 30 anos assassinou 8 mulheres e 1 homem.

Criminoso conhecido como “assassino do Twitter” foi condenado à morte nesta terça-feira, informou a mídia local. 

Takahiro Shiraishi, 30, foi considerado culpado de assassinar e desmembrar nove pessoas, cujas partes de corpos foram encontradas em seu apartamento perto de Tóquio em 2017, informou o Kyodo News.

As vítimas de Shiraishi foram oito mulheres e um homem, todos os quais postaram “pensamentos suicidas” nas redes sociais.

Ele alcançou as vítimas – com idades entre 15 e 26 anos – no Twitter, convidando-as para seu apartamento com a promessa de ajudá-las a morrer, disse o relatório.

Naokuni Yano, juiz presidente da seção de Tachikawa do Tribunal Distrital de Tóquio, decidiu que “as vítimas não consentiram em serem mortas e que Shiraishi estava mentalmente apto para ser responsabilizado pelos assassinatos.”

O juiz classificou os crimes como “extremamente cruéis”, dizendo que o caso “causou preocupação às pessoas em relação ao quão profundamente enraizadas as redes sociais se tornaram na sociedade”, acrescentou o relatório.

Shiraishi se declarou culpado de todas as acusações e foi indiciado em setembro de 2018, após cinco meses de testes psicológicos.

No entanto, os advogados de defesa argumentaram que ele era culpado da “acusação menor de homicídio com consentimento” porque tinha a aprovação subentendido de suas vítimas.

Shiraishi disse anteriormente que não apelaria do veredicto, mesmo que recebesse a pena de morte.

Leia também;

#diaadia


'Assassino do Twitter' do Japão condenado à morte por matar nove pessoas Japão