via: Japan firms devise tech solutions to help visually impaired safely navigate stations - The Mainichi

Japão

Atos de solidariedade: Empresas japonesas desenvolvem tecnologias para ajudar deficientes visuais nas estações

2020.09.13

Muitas pessoas com deficiência visual já se envolveram em incidentes ou até mesmo perderam suas vidas nas estações de trem. Felizmente, o uso da tecnologia está se tornando cada vez mais presente para melhorar a segurança e a acessibilidade dessas pessoas.

As pessoas com deficiência visual consideram as plataformas de trem semelhantes à pontes perigosas sem corrimãos, dessa forma, as estações de trem muito movimentadas podem se tornar um lugar assustador e perigoso para as pessoas que não enxergam.

-Tecnologia para auxiliar os deficientes visuais 

Entre as iniciativas para melhorar o deslocamento dos deficientes visuais dentro das estações, está a da West Japan Railway Co. (JR West) que revelou seu novo sistema de navegação que transmite informações sobre estações de trem para a imprensa de Kobe (oeste do Japão). O sistema utiliza uma combinação de tecnologia de smartphone e códigos QR para transmitir essas informações.

-Instalação em pontos específicos:

Os códigos QR podem ser encontrados nos blocos de pavimentação situados em pontos importantes que conectam barreiras de passagem à plataformas, e em seções onde o caminho se divide ou atinge um lance de escadas.

-Bengala inteligente 

Atos de solidariedade: Empresas japonesas desenvolvem tecnologias para ajudar deficientes visuais nas estações Japão

Em fevereiro deste ano, a empresa Kyocera Corp anunciou que estava desenvolvendo uma bengala inteligente, que indicaria a presença de obstáculos através dos emissores de sinal instalados em pontos específicos, como nas bordas das plataformas e nas partes de conexão dos vagões. 

A bengala é equipada com um receptor que emite vibrações quando o usuário se aproxima dos emissores instalados nesses pontos específicos, e indica que há perigo através de uma notificação por voz no telefone da pessoa.

Várias estações do Japão já equiparam suas instalações com sistemas de inteligência artificial, a fim identificarem quando uma pessoa de bengala ou cadeira de rodas precisam de ajuda.

-Falhas no uso da tecnologia 

De acordo com o Ministério de Terras, Infraestrutura, Transporte e Turismo e com a Federação Japonesa de Deficientes Visuais, apesar da boa intenção, o uso dessas tecnologias podem não funcionar muito bem, pois nem todos os deficientes visuais utilizam bengalas, e nem todas as notificações podem ser escutadas no celular dos usuários devido ao grande barulho nas estações de trem.

-Acessibilidade para deficientes visuais no Japão 

Atos de solidariedade: Empresas japonesas desenvolvem tecnologias para ajudar deficientes visuais nas estações Japão  (Crédito: Asahi Shinbun)

No Japão, é possível ver pisos táteis, faixas em alto relevo para facilitar a locomoção dos deficientes visuais, por todas as partes. Elas são instaladas em praticamente todos os locais públicos e em estabelecimentos comerciais, como supermercados, shoppings centers, e além disso, os sinais de trânsito do Japão imitam um som de “passarinho” para indicar que o sinal está aberto.

#diaadia


Atos de solidariedade: Empresas japonesas desenvolvem tecnologias para ajudar deficientes visuais nas estações Japão