Cabeleireiro japonês é preso por suspeita de plantar maconha utilizando o dinheiro oferecido pelo governo

Um cabeleireiro da prefeitura de Hokkaido (extremo norte do Japão) foi preso sob suspeita de plantar maconha em sua casa utilizando o dinheiro que foi oferecido pelo governo aos proprietários individuais a fim ajudá-los a lidar com a crise do coronavírus, informou o departamento de controle de narcóticos do Escritório Regional de Saúde e Bem-Estar de Hokkaido.

No dia 8 de setembro o homem de 41 anos que reside na cidade de Kitami em Hokkaido, foi acusado de manter 36,2 gramas de cannabis seca e cultivar 54 plantas em sua casa, sendo enviado aos promotores no dia 28 de setembro. Ele teria admitido as alegações e dito aos investigadores: “Eu tenho maconha em minha posse há vários anos e tenho cultivado para fumar sozinho”.

O homem supostamente teria utilizado o dinheiro oferecido pelo governo japonês (como auxílio para proprietários e empresas de pequeno e médio porte) para manter seus “negócios” e comprar lâmpadas LED para cultivar as plantas.

#crime


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.