Verão não diminuirá a propagação do coronavírus no Japão, diz Abe

O primeiro-ministro Shinzo Abe disse neste domingo (14) que as temperaturas mais altas no verão dificilmente retardarão a transmissão do novo coronavírus no Japão, visto que as infecções são crescentes mesmo em regiões onde o clima é quente.

“Não podemos ficar tranquilos apenas porque é verão, pois a infecção está se espalhando no Oriente Médio, onde as temperaturas são altas”- disse o primeiro-ministro em um programa via internet.

Abe subestimou a ideia de que as condições climáticas mais quentes, poderiam retardar os riscos de propagação do novo coronavírus no Japão.

As temperaturas no Oriente Médio superaram 35 C° nas cidades de Teerã e Riad, capitais do Irã e da Arábia Saudita, e segundo as estatísticas da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgadas no domingo, já foram confirmados 185.000 e 123.000 casos nas duas cidades, respectivamente.

O primeiro-ministro Shinzo Abe também reafirmou que o governo japonês está buscando expandir esquemas médicos e de testes contra o vírus antes que uma potencial segunda onda de infecções invada o país.

Na transmissão, Abe também comentou sobre o desenvolvimento de um aplicativo para smartphones que irá notificar os usuários sobre a possibilidade de ter entrado em contato com uma pessoa diagnosticada com o coronavírus.

O primeiro-ministro Shinzo Abe disse que o aplicativo já está em fase final e deverá ser lançado ainda esta semana no Japão.

. Coronavírus no verão

Embora seja reconfortante pensar que a propagação do coronavírus diminuirá naturalmente no verão, diversos estudos indicam que o clima não tem interferência na propagação da infecção, sendo que o vírus pode ser transmitido em todas as áreas, incluindo aquelas com clima quente e úmido.

No entanto, há controvérsias, pois outros estudos também indicam que temperaturas mais elevadas podem “enfraquecer” e retardar a propagação do novo coronavírus.

Dessa forma, a melhor forma de continuar se protegendo do coronavírus tanto no inverno quanto no verão, é seguindo as recomendações dos especialistas: adotar medidas como o uso das máscaras, o distanciamento social e a lavagem frequente das mãos.

#coronavírus


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.