Conheça 5 mulheres importantes na história do Japão!

As mulheres vêm dominando o mundo como escritoras, artistas, figuras políticas, astronautas, mães e muito mais – chegou a hora de nos aprofundar nesses nomes influentes!

Aqui estão 5 mulheres japonesas que influenciaram o mundo:

1. Ichiyo Higuchi

Talvez você reconheça esta mulher das notas de 5 mil ienes dentro de sua carteira. Porém, ela é conhecida por ser umas das primeiras escritoras renomadas do Japão. Momentos difíceis nunca assustaram Higuchi, que começou a escrever romances para ajudar financeiramente sua família após a morte de seu pai e irmão.

Suas obras são baseadas em suas experiências reais de vida, tais como: amores indesejados, luto e políticas de gênero. Ela ficou conhecida pela sua honestidade e por sempre defender sua opinião, mesmo durante a era Meiji.

Tendo uma carreira curta, mas poderosa, Ichiyo Higuchi faleceu aos 24 anos em 1896.

Créditos: via Wikipedia

2. Shidzue Kato

Kato foi pioneira no movimento a favor dos métodos contraceptivos e foi a primeira mulher a ser eleita para a câmera do poder legislativo japonês. Enquanto morava nos Estados Unidos, Kato conheceu a ativista americana Margaret Sanger, que a incentivou a trazer a campanha dos métodos contraceptivos pela primeira vez ao Japão.

Seu caminho não foi fácil, e até passou algum tempo encarcerada, mas seu trabalho resultou na eventual legalização da pílula anticoncepcional em 1999.

Créditos: Alfred Eisenstaedt/The LIFE Picture Collection via Getty Images.

3. Ichikawa Fusae

Em 1945, o Japão foi ocupado pelas forças americanas e forçado a conceder o direito ao voto para mulheres. Mas enquanto todos os créditos vão para o General Douglas MacArthur por seu decreto, esquecemos o nome da mulher que vinha sofrendo e lutando por esse direito por muito tempo: Ichikawa Fusae.

A vontade avassaladora de querer aprender, levou Fusae para os Estados Unidos em 1921. Após seu retorno, criou a ¨Liga das Mulheres de Sufrágio do Japão¨ e teve um papel importante em mudar a rígida mentalidade japonesa sobre o direito de voto das mulheres. Ela doou sua vida toda a causa feminista, até seu falecimento em 1981.

 Crédito: The Asahi Shimbun via Getty Images

4. Chiaki Mukai

Mukai foi pioneira em muitos aspectos de sua vida – a primeira mulher asiática no espaço, primeira mulher japonesa a ter viajado em duas espaço-naves e a primeira mulher a se tornar cirurgiã cardiovascular no Hospital Universitário de Keio.

Ela acreditava que seu sonho de ir ao espaço nunca seria concretizado, pois o Japão não havia formado seu programa espacial ainda, então ela focou todos os seus esforços em ajudar as pessoas como cirurgiã. Contudo, seu esforço e trabalho duro foram reconhecidos, fazendo com que o governo a convidasse para ser a primeira mulher japonesa a viajar ao espaço.

Créditos: via JAXA

5. Yumi Ishikawa

A criadora do movimento #KuToo, Yumi Ishikawa, trouxe muita atenção para os problemas de gênero no Japão com apenas um tweet.

Ela falou sobre a regra injusta imposta as mulheres, forçando-as a usar salto alto, mesmo que em turnos extremamente longos de serviço. #KuToo é uma brincadeira com Kutsu (sapato) e Kutsu (dor) sendo inspirado pelo movimento hollywoodiano #MeToo

Seu tweet se tornou viral e muitas mulheres decidiram contar suas histórias pessoais de discriminação dentro do local de trabalho.

Créditos: Malcom Foster via BCCJ Acumen

Leia mais:

Fonte: GaijinPotBlog

#cultura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.