Conheça os 10 finalistas do concurso de sósia do homem mais antigo do Japão

Os 10 finalistas de um concurso de sósia que buscava pessoas parecidas com um antigo homem japonês que viveu no período Jomon (13.000 a.C. a 300 a.C.) foram divulgados no dia 31 de janeiro.

O rosto foi reconstruído usando DNA de um crânio encontrado nas ruínas da capital da província de Tottori, Aoya Kamijichi. O homem foi nomeado Kamijiro Aoya em homenagem às ruínas. Eles também reconstruíram o busto que ele teria.

Acredita-se que o período Jomon foi a primeira cultura no arquipélago japonês. Os ancestrais desse período ocuparam as ilhas nipônicas desde o final da quarta glaciação por volta de 14 mil a.C.

Os Jomon deixaram vestígios de sua ocupação através de peças de cerâmica consideradas as mais antigas do mundo!

A prefeitura então lançou um concurso para procurar os rostos que se assemelham ao rosto reconstruído a partir do DNA dos ossos antigos escavados nas ruínas da cidade de Tottori. O homem é descendente pré-histórico de Jomon e de pessoas que vieram para o Japão durante o período Yayoi (1000 a.C. até 300 d.C)

Leia mais: Já pensou em participar de um dos concursos mais bizarros do Japão?

O governo da província decidiu realizar um concurso para encontrar os sósias e convidar os descendentes em potencial para Tottori. No total, eles receberam 215 inscrições para o concurso, que foi aberto em novembro e dezembro de 2021.

A seleção dos 10 finalistas

The Mainichi

A seleção dos 215 participantes foi feita por inteligência artificial (IA), reduzindo os candidatos para apenas 20 usando esse sistema.

Um painel de três juízes, incluindo um escritor que relatou sobre as ruínas e o proprietário de um restaurante próximo ao local, fizeram a escolha dos 10 finalistas. O governo de Tottori convidará os 10 homens para uma “grande turnê de confraternização do homem Aoya Yayoi”, prevista para ser realizada em maio, para que um vencedor seja escolhido.

Fotos de alguns participantes:

Três dos finalistas participaram do evento de anúncio oficial pela internet. Eles eram Junji Aoyagi e Hiroki Ushiyama de Tóquio, e Masahiro Yoshida da Prefeitura de Osaka. 

Ushiyama disse: “Muitas pessoas me disseram, ele se parece com você, ele se parece com você. Quando dei uma olhada, pude ver. Estou ansioso pelo dia em que todos possamos nos encontrar”. 

Yoshida comentou: “Todos nós nos parecemos, é como se fôssemos parentes. Eu quero ir para Tottori e conquistar o primeiro lugar.”

As inscrições começaram a ser aceitas tanto pelo e-mail quanto pelos correios. Os finalistas serão convidados a participar de uma tour pelas ruínas de Aoya Kamijichi no mês de maio de 2022, além disso, o vencedor também receberá um presente, incluindo carne de caça selvagem consumidas por pessoas da época.

Fonte: The Mainichi

Leia mais:

Homem colhe 18 rabanetes em 1 minuto e se torna campeão de um concurso de vegetais no Japão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.