via: Tokyo Olympics to open under unprecedented conditions amid pandemic - The Mainichi

Japão

“Contra tudo e contra todos”: As Olimpíadas de Tóquio terão início oficialmente hoje

2021.07.23

Após muitas reviravoltas e muitas especulações acerca da realização das Olimpíadas de Tóquio, a cerimônia de abertura dos Jogos finalmente será realizada na noite desta sexta-feira (23).

A cerimônia de abertura no Estádio Nacional irá levantar a cortina para o maior espetáculo esportivo que será realizado após a disseminação do coronavírus.

No total, são 11.000 atletas de mais de 200 países e regiões envolvidos nas Olimpíadas, que será realizada sem espectadores e em condições nunca vistas antes.

Os organizadores do evento esperam que as Olimpíadas simbolizem a solidariedade global e a vitória do vírus, embora, Tóquio, a cidade-sede das Olimpíadas, ainda esteja lutando para vencer essa batalha contra o vírus.

Foram muitos momentos críticos para os organizadores das Olimpíadas, pois além do atraso de um ano devido à pandemia, houve vários escândalos e erros, inclusive a recente demissão do diretor de cerimônia devido à uma piada que ele fez em 1998 sobre o Holocausto.

Além desse escândalo, houve uma outra demissão três dias antes, em que um compositor para a cerimônia de abertura deixou o cargo após admitir que intimidava seus colegas de classe com deficiência. Outro caso envolvendo demissão aconteceu em março deste ano, quando outro diretor de criação da cerimônia de abertura e encerramento, renunciou após sugerir que uma comediante japonesa participasse da cerimônia de abertura vestida como um “porco”.

Descontrole da pandemia

Apesar dos estados de emergência e dos esforços do governo para conter a disseminação do coronavírus, Tóquio, a cidade-sede e outras cidades maiores ainda não conseguiram conter o avanço dos casos de coronavírus.

Desde o início de julho foram detectados quase todos os dias casos de coronavírus entre os atletas e funcionários envolvidos, tanto dentro quanto fora da vila olímpica. No total, desde o início da pandemia foram confirmados 860.000 casos de coronavírus e 15.000 mortes no Japão.

O que esperar da abertura das Olimpíadas?

Algumas horas antes da cerimônia de abertura, a equipe de acrobacias Blue Impulse da Força Aérea Japonesa desenhou argolas Olímpicas sobre o Estádio Nacional, que será o local principal dos jogos.

O imperador Naruhito também estará presente na abertura, declarando os início dos jogos no Estádio Nacional, onde apenas um número limitado de pessoas como oficiais do Comitê Olímpico Internacional e outros VIPs terão permissão para entrar.

O caldeirão será aceso pela chama Olímpica que percorreu todas as 47 províncias do Japão, e os atletas foram orientados a usar máscaras e a manter o distanciamento físico ao entrarem no estádio.

Os Jogos de Tóquio contarão com um recorde de 33 modalidades esportivas que serão compostas por 339 eventos. As Olimpíadas deste ano terão uma proporção igual de atletas femininos e masculinos, uma vez que o Comitê Olímpico Internacional (COI) disse que tornaria esse os jogos com o maior equilíbrio de gêneros da história.

O Japão teve que tomar a difícil decisão entre realizar ou não as Olimpíadas, e apesar de todas as dificuldades se esforçou para que elas fossem realizadas de forma segura e protegida.

O Japão pretende mostrar a reconstrução da região que foi atingida pelo terremoto, tsunami e desastre nuclear em 2011, e também expressar seus agradecimentos ao restante do mundo por todo o apoio dado nessa época difícil.

Sediar as Olimpíadas de Tóquio custou mais caro do que se esperava, uma vez que os gastos aumentaram de 734 bilhões de ienes (no momento da oferta) para cerca de 1,64 trilhões de ienes.

Início oficial: 23/07/2021

Horário previsto para a cerimônia de abertura: 20:00 horas ~ 23:30 horas (Horário do Japão)

Onde ver a programação dos jogos: NHK

 

#diaadia

Leia também:

Japão instalará caixas de correio douradas para homenagear medalhistas das Olimpíadas


“Contra tudo e contra todos”: As Olimpíadas de Tóquio terão início oficialmente hoje Japão