‘Cooperação de três vias’ entre Japão, Coreia do Sul e EUA foi discutida em reunião no Camboja

Os líderes do Japão, Estados Unidos e Coreia do Sul concordaram neste domingo (13) em tomar “medidas resolutas” para a desnuclearização completa da Coreia do Norte, à medida que as tensões aumentaram recentemente devido à enxurrada de testes de mísseis de Pyongyang.

Após se encontrar com o presidente dos EUA Joe Biden e o presidente sul-coreano Yoon Suk Yeol em Phnom Penh, o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida também disse a repórteres que a cooperação de três vias está se tornando mais importante do que nunca, dada a possibilidade de mais provocações por parte da Coreia do Norte.

Imagem: Canva

Desde que Yoon sucedeu o esquerdista Moon Jae In em maio, a Coreia do Sul adotou uma postura mais dura em relação à Coreia do Norte e expressou o desejo de fortalecer a cooperação de defesa com os Estados Unidos e o Japão.

Sem citar a China, os três líderes disseram no comunicado que se opõem fortemente a “qualquer tentativa unilateral de mudar o status quo nas águas do Indo-Pacífico, inclusive por meio de reivindicações marítimas ilegais, militarização de recursos recuperados e atividades coercitivas”.

Quanto ao sequestro de cidadãos japoneses pela Coreia do Norte nas décadas de 1970 e 1980, eles reafirmaram um compromisso compartilhado com sua resolução imediata.

Os líderes participarão de uma cúpula do G20, com as principais economias mundiais, a ser realizada na ilha indonésia de Bali por dois dias a partir de terça-feira (15).

O Brasil, que também faz parte do G20 não participará da cúpula em Bali.

Fonte: Kyodo News

Leia mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *