Coronavírus: Mãe de celebridade italiana no Japão paga 50 mil ienes de multa por sair indevidamente de casa

Na Itália está proibido qualquer tipo de ajuntamento de pessoas, desde jogos de esportes, até reuniões, pois o país inteiro está em quarentena.

Todos os estabelecimentos, menos as farmácias e os mercados, estão fechados por duas semanas.

Está proibido também fazer filas em frente aos mercados e farmácias, é visível pessoas em zique-zague em frente a esses estabelecimentos a espera da sua vez para fazer a sua compra.

Nas lojas estão acontecendo as mesmas coisas que no Japão: a falta de papéis higiênicos. Outros produtos como luvas e sabão em pó também estão em falta.

O modelo italiano Panzetta Girolamo, disse em rede nacional que a Itália está fechando os hospitais e cortando os médicos por falta de verba e com isso, muitos estão sem os devidos cuidados mesmo estando infectados com o coronavírus.

“A minha mãe de 95 anos, mora no Sul da Itália, e lá precisa-se de cerificado quando precisar sair de casa. Mas ela saiu de casa sem esse certificado, e levou uma multa de 50 mil ienes (aproximadamente R$2,350).”, disse o modelo italiano Girolamo.

Na Itália as pessoas que não cumprem as regras podem ser multadas, ou até presas por seis meses, por sair de casa sem necessidade.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.