Diretor da marca de roupas Supreme acusado de porte de drogas estimulantes

A Polícia Metropolitana de Tóquio prendeu o diretor da empresa de vendas com sede no Japão, responsável pela famosa marca Supreme, por suposta posse de drogas estimulantes, relata o Kyodo News.

Pouco depois da meia-noite do dia 18 de dezembro, um oficial de patrulha encontrou Kenichi Omura, 52, portando 1,1 grama de kakuseizai , ou drogas estimulantes, em uma área de espera de um hotel na área de Higashiazabu, no distrito de Minato.

“Eu tinha a droga para uso próprio”, disse Omura, citado pela Delegacia de Azabu.

Antes da descoberta, Omura entrou no hotel depois de ver um policial patrulhando na rua. Durante o interrogatório voluntário, o policial encontrou a droga dentro de uma bolsa.

Além de investigar se Omura também usava a droga, a polícia busca saber como ele a obteve.

Fundada na cidade de Nova York em 1994, a Supreme é popular entre os jovens interessados ​​em hip-hop e skate. A marca possui atualmente seis lojas no Japão.

#crime

Leia também;

https://diaadia.jp/blog/apreensao-recorde-de-drogas-no-japao-bilhoes-de-ienes/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.