via: 少女わいせつ誘拐「間違いない」 中学教頭の被告、起訴内容認める - 毎日新聞

Japão

Duas alunas são sequestradas e abusadas sexualmente pelo vice-diretor da escola no Japão

2020.12.22

Um vice-diretor de uma escola secundária está em julgamento por sequestro, confinamento e cometer atos indecentes contra duas adolescentes. O réu admitiu as acusações durante sua primeira audiência no tribunal em 21 de dezembro.

Hidehito Yamamoto, 53, vice-diretor de uma escola secundária municipal em Numazu, na prefeitura de Shizuoka, no centro do Japão, disse à filial de Numazu do Tribunal Distrital de Shizuoka: “Não há dúvida de que cometi essas ações”.

De acordo com a acusação e outras fontes, Yamamoto convidou uma adolescente para entrar em seu carro no dia 28 de setembro, pedindo-lhe que o ajudasse a carregar a bagagem. Ele então amarrou suas mãos e pés com uma corda, fechou sua boca com fita adesiva e a manteve contra sua vontade. Posteriormente, ele a levou para uma cabana nas montanhas, onde teria cometido os abusos sexuais.

Além disso, Yamamoto é suspeito de ter confinado outra menor e abusado sexualmente em agosto de 2017, depois de dizer a menina que sua mãe havia entrado em contato com ele e a levado para dentro de seu carro.

Em sua declaração inicial, a promotoria disse que uma das garotas chorou enquanto implorava para deixá-la ir, foi também revelado que ele a havia filmado em seu telefone enquanto ela chorava.

Em resposta à confissão de culpa de Yamamoto, Atsushi Okumura, chefe do Conselho Municipal de Educação de Numazu, disse: “Pedimos desculpas profundamente às vítimas e à comunidade em geral. Em parceria com o conselho educacional da província, responderemos estrita e justamente a este incidente.”

#crime

Leia também;


Duas alunas são sequestradas e abusadas sexualmente pelo vice-diretor da escola no Japão Japão