Empresa japonesa cria aplicativo que ajuda na comunicação com pessoas com perda auditiva

Uma empresa de consultoria em audiologia criou um aplicativo de smartphone gratuito que permite aos usuários praticar a fala clara e devagar de uma maneira fácil para os indivíduos com perda auditiva entenderem, mesmo quando o falante está usando uma máscara.

O aplicativo, desenvolvido pela Otodesigners Co., permite que os usuários gravem frases do dia a dia como “Por favor, me diga seu número de telefone“, e então recebem feedbacks sobre a clareza de sua fala usando um sistema de pontuação de cinco níveis. Eles também podem obter conselhos mais específicos, como “Você está falando muito rápido” e “Cuidado ao pronunciar sons ‘G’ fortes.” As pessoas que usam o aplicativo também podem continuar praticando sua fala comparando o próprio áudio gravado com uma gravação de sua própria voz que foi alterada para simular como é ouvida por um idoso.

O nosso sentido de audição se deteriora gradualmente após atingir o pico na casa dos 20 anos, fazendo com que as pessoas se tornem incapazes de entender as palavras ou distingui-las quando são faladas rapidamente. Estima-se que cerca de 15 milhões de pessoas no Japão tenham perdas auditivas relacionadas à idade.

Shinichi Sakamoto, diretor representante da Otodesigners Co., disse: “Há até pessoas na casa dos 40 anos que têm dificuldade em ouvir frases durante as conversas do dia a dia, mas em muitos casos essas pessoas não estão cientes do problema“.

Sakamoto conduziu pesquisas com a Kyoto Koka Women’s University sobre a maneira como os idosos ouvem a fala. Eles avaliaram o quão bem os idosos ouvem 10 frases frequentemente utilizadas em hospitais, com quatro pontuações potenciais: “quase não ouço nada” (1 ponto), “só ouço fragmentos, como final de palavras” (2 pontos), “não ouço algumas palavras “(3 pontos) e “consigo ouvir quase tudo “(4 pontos).

Ele descobriu que a pontuação média dos 13 voluntários que cooperaram na pesquisa foi de mais de 2 pontos quando ouviram alunos na casa dos 20 anos falando normalmente. Quando outra rodada de avaliações foi realizada depois que os alunos receberam aulas de Sakamoto sobre como produzir uma fala lenta e clara, a pontuação média de cada indivíduo aumentou para mais de 3 pontos. Uma tendência semelhante também foi observada quando os alunos falavam usando máscaras.

Sakamoto aconselhou: “Há muitos casos em que você não está falando tão devagar quanto pensa, mesmo se estiver fazendo um esforço consciente para diminuir o ritmo. Além disso, ao pronunciar palavras, as pessoas tendem a enfatizar as vogais, mas é importante pronunciar consoantes claramente“. Ele acrescentou: “Eu gostaria de ajudar a criar uma sociedade que seja fácil de se viver, com cada pessoa falando de uma maneira que seja fácil de entender“.

O aplicativo para smartphone pode ser baixado por meio dos links no site da empresa em https://www.otodesigners.com/omoiyari.html (em japonês).


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.