via: Tokyo High Court acquits assistant nurse over fatal doughnut suit - The Mainichi

Japão

Enfermeira é absolvida em julgamento após idosa comer um donut e morrer

2020.07.29

Kesae Yamaguchi que atuava como enfermeira assistente em uma casa de repouso na província de Nagano, havia sido responsabilizada pela morte de uma idosa de 85 anos que comeu um donut (rosquinhas) dado por ela.

A Suprema Corte de Tóquio anulou nesta terça-feira (28) a decisão do tribunal de primeira instância e absolveu a enfermeira do incidente que ocorreu em 2013.

Em março de 2019, a enfermeira foi considerada culpada por negligenciar a verificação dos alimentos que a senhora iria consumir, e ainda recebeu uma multa de 200 mil ienes.

No entanto, a Suprema Corte de Tóquio considerou nesta terça (28) que Yamaguchi não seria mais culpada, afirmando que ela não violou os deveres de cuidados sob o Código Penal ao oferecer uma rosquinha como lanche para a idosa.

-Morte da idosa

Segundo a Kyodo News, a idosa teria comido a rosquinha em dezembro de 2013 e morreu após um mês devido a um dano cerebral causado pela falta de oxigênio.

O tribunal distrital argumenta que a idosa teria morrido engasgada com a rosquinha, no entanto, a equipe de defesa disse que a morte foi causada por um derrame e que a enfermeira não se responsabiliza por verificar o que a idosa comeu.

-Revolta dos defensores 

Segundo o chefe da equipe de defesa, Hideo Kijima, muitas casas de repouso ficaram abaladas após a enfermeira ser considerada culpada em 2019 e algumas delas até pararam de oferecer lanches para os idosos.

Após ser absolvida no julgamento, Yamaguchi expressou seu alívio e gratidão aos seus defensores dizendo: “ Obrigada por me apoiar nesses longos seis anos e meios ”.

“Eu venho dizendo todo esse tempo o quão ridículo é que algo que poderia acontecer com qualquer pessoa em qualquer lar de idosos possa se tornar um caso criminal […] Nossas vozes finalmente chegaram ao judiciário” -disse uma das apoiadoras da enfermeira.

#diaadia


Enfermeira é absolvida em julgamento após idosa comer um donut e morrer Japão