Escola de Osaka distribui computadores para todos os alunos

Hoje (8), os alunos da Escola Sumiegaoka de Osaka tiveram aulas depois de um mês. Os professores estavam medindo a temperatura de todos antes de entrarem na escola, como uma forma de prevenção de contágio ao COVID-19.

Para que não houvesse aglomeração de pessoas em um único espaço, as salas foram divididas, e também era possível ver que todos os alunos e professores estavam usando máscaras.

A escola distribuiu computadores para todos os alunos, já que terão aulas on-line, e não são todos que possuem computadores em suas casas.

Depois do pronunciamento de primeiro-ministro Abe, no dia 27 de fevereiro, as escolas do Japão inteiro se fecharam por tempo indeterminado. A previsão de retorno das aulas é dia 31 de maio, se o número de contágio de COVID-19 diminuir no país.

As bibliotecas municipais, lugar que os alunos usam para estudar, também estarão fechadas até o dia 31 de maio.

“Tudo bem ficarmos sem aula se for para conter a propagação do coronavírus, mas eu queria que as aulas começassem logo”, disse uma das alunas.

Algumas escolas estão chamando os seus alunos uma vez ao mês, para entregar os deveres de casa e tirarem dúvidas com os professores. Há escolas que não estão tendo aulas on-line, apenas acompanhamento dos professores por meio de e-mails ou telefonemas.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.