Escolas de Gunma são fechadas após receberem ameaça de bomba

Escolas da cidade de Kiryu na província de Gunma foram fechadas depois que uma ameaça de bomba foi enviada através do site da cidade, informou o governo municipal.

A mensagem enviada no dia 20 de setembro através de um formulário de inquérito do site, ameaçava explodir as escolas primárias e secundárias, além do campus Kiryu da Universidade de Gunma e da prefeitura de Gunma nesta quarta-feira (23 de setembro). Para prevenir a explosão, a cidade anunciou o fechamento das escolas por um dia e também reforçou a segurança nas próprias escolas e na prefeitura.

Alguns trechos da mensagem dizia: “Vou explodir uma escola na cidade por volta das 12:30 do dia 23 de setembro e sequestrar os alunos na confusão” (…) “Vou encher um caminhão de nitrato de amônio e colidir com ele na prefeitura por volta das 13h30 do dia 23 de setembro”.

Outras cidades próximas como a cidade de Nikko e Kanuma na província de Tochigi também receberam ameaças semelhantes.

Essa não é a primeira vez que ameaças desse tipo são enviadas através do site das prefeituras, em 2016 houve um episódio bem parecido onde várias escolas japonesas em 24 localidades (incluindo, Tóquio, Hanamatsu, Nagoya, Gunma entre outras) também suspenderam suas aulas após receberem ameaças de bombas.

#crime


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.