via:

Japão

Estado de emergência pode ser suspenso em breve em 17 províncias do Japão!

2020.05.12

O ministro da revitalização econômica, Yasutoshi Nishimura, disse que o critério-chave para suspender o estado de emergência do coronavírus no Japão é o registro de novos casos ser de zero em uma semana.

17 prefeituras registraram zero novos casos de coronavírus na semana passada. As províncias são Aomori, Iwate, Miyagi e Akita no nordeste do Japão; Tochigi no leste do Japão; Fukui no centro do Japão; Mie, Tottori, Okayama, Tokushima, Kagawa e Kochi no oeste do Japão; e Nagasaki, Kumamoto, Oita, Miyazaki e Kagoshima no sudoeste do Japão.

Se a situação continuar a mesma, depois de ouvir as opiniões na reunião do painel de especialistas que planejamos realizar em 14 de maio, uma suspensão (das 17 prefeituras) do estado de emergência poderá ser considerada“, disse Nishimura.

Em relação à proporção de casos com rotas de infecção desconhecidas, que o governo central mencionou como um indicador para encerrar o estado de emergência do coronavírus, Nishimura explicou que: “Foi decidido que áreas com cerca de 40% ou mais (de rotas de infecção desconhecidas) estariam sujeitas como um critério. Acho que o padrão para supender o estado de emergência seria menor que isso“.

No sistema de provisão médica, ele disse que normas específicas estão sendo discutidas com especialistas, incluindo a situação de garantir ventiladores, hotéis que podem aceitar pacientes com sintomas leves ou inexistentes e unidades de terapia intensiva para pacientes graves.

Nishimura também mencionou que 34 prefeituras estavam sujeitas ao estado de emergência, numa tentativa de diminuir a propagação de infecções durante o feriado prolongado “Golden Week”.

Enquanto isso, o secretário-geral do gabinete, Yoshihide Suga, disse em outra entrevista coletiva no mesmo dia: “Com base em opiniões de especialistas, se for decidido que é possível, o estado de emergência será suspenso para as prefeituras, independentemente de estarem incluídas nas prefeituras de medidas especiais”. 13 prefeituras estão listadas como tendo adotado medidas de prevenção especiais.

Além disso, o primeiro-ministro Shinzo Abe disse online no dia 6 que planeja decidir encerrar o estado de emergência por volta do dia 14 de maio, se possível, com base na análise de especialistas e na avaliação dos critérios para suspender o estado de emergência. “Claro, indicaremos os padrões para chegar a essa decisão“, afirmou ele.

Leia a matéria original em inglês aqui: https://mainichi.jp/english/articles/20200508/p2a/00m/0na/004000c


Estado de emergência pode ser suspenso em breve em 17 províncias do Japão! Japão