A polícia de Chiba prendeu um homem por ter atrasado um voo alegando que estava infectado com o coronavírus.

A delegacia de Polícia do Aeroporto Internacional Narita prendeu nessa sexta-feira (27) Norihiro Kojima, 69 anos, por obstrução fraudulenta de negócios. Kojima teria dito: “Eu testei positivo (para o coronavírus). Está tudo bem?” para um comissário de bordo no voo 409 da Jetstar Japan, partindo de Narita para o aeroporto de Matsuyama por volta das 16h de ontem, quando a aeronave estava saindo do Terminal 3 para a pista de voo.

A polícia diz que, como resultado, Kojima interrompeu o voo e causou atraso na decolagem do mesmo. Kojima negou a alegação.

Segundo a delegacia, um total de 114 pessoas, incluindo membros da tripulação, estavam a bordo do voo, que foi adiado por aproximadamente uma hora e 15 minutos, tempo necessário para retirar o Kojima da aeronave. Aparentemente, ele não teve febre quando os funcionários das companhias aéreas verificaram sua temperatura depois que ele desembarcou. Kojima ainda disse: “Não vou ao hospital porque não tenho o coronavírus“.

De acordo com a Jetstar Japan Co., outros passageiros e membros da tripulação também ouviram Kojima dizer que havia testado positivo. O capitão fez um anúncio e retornou a aeronave para a pista antes de remover Kojima e decolar às 17h21.

O motivo dele ter dito isso? Ninguém sabe, e fica o questionamento…


Homem é preso por atrasar voo fingindo ter coronavírus Japão