Mais de 10 meses após o incêndio criminoso em julho de 2019 no estúdio da Kyoto Animation Co. que matou 36 pessoas e feriu outras 33, o suspeito Shinji Aoba foi finalmente preso no dia 27 de maio depois de ser considerado suficientemente recuperado de seus ferimentos.

O próprio Aoba sofreu queimaduras de terceiro grau em 90% de seu corpo no incêndio e estava à beira da morte. Depois que ele foi detido no local do incêndio pela polícia, ele foi submetido a uma cirurgia e recebeu um tubo de respiração em sua traqueia e também alguns enxertos de pele, além de outros cuidados disponíveis. Em setembro de 2019, sua vida estava fora de perigo, mas ele continua internado até hoje. Embora ele receba fisioterapia enquanto está deitado para melhorar a amplitude de movimento de suas articulações, ainda é difícil para ele se levantar.

De acordo com pessoas próximas à investigação, Aoba se recuperou a ponto de conseguir conversar.

A polícia da prefeitura disse que fez considerações sobre o estado físico de Aoba. Seu mandado de prisão foi entregue em 27 de maio no hospital em Kyoto, onde ele está sendo tratado, e ele foi colocado em uma maca e despachado através de um furgão para a Delegacia de Fushimi, onde fica a sede da investigação. Uma pessoa ligada à investigação disse: “Nunca prendemos alguém neste estado antes. Vamos ter que tomar um cuidado especial com isso“.


Homem que incendiou Kyoto Animation finalmente será preso Japão