via: Hospitals buckle in Okinawa from COVID-19 cases, restrict services : The Asahi Shimbun

Japão

Hospitais de Okinawa entram em colapso devido à casos da COVID-19

Os hospitais que tratam de pacientes com coronavírus na província de Okinawa começaram a restringir os serviços ambulatoriais gerais e as hospitalizações, pois o aumento de infecções aumenta a pressão sobre o sistema de saúde.

A prefeitura está atualmente em estado de emergência contra a COVID-19, e suas autoridades relataram cerca de 120 novos casos por 100 mil pessoas na semana mais recente, muito mais do que qualquer outra prefeitura no Japão, de acordo com dados do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas.

O painel consultivo de especialistas do ministério da saúde sobre a pandemia expressa alerta com o número em sua reunião em 2 de junho, chamando-o de ”alto sem precedentes”.

A taxa de ocupação de leitos hospitalares continua elevada na prefeitura. Em 2 de junho, 99,5% dos leitos reservados para pacientes com coronavírus estavam ocupados, enquanto o número era de 93,2% para leitos de pacientes com outras doenças, de acordo com o governo da província.

O Centro Médico Nanbu da Prefeitura de Okinawa e o Centro Médico Infantil em Haebaru, que ofereceu tratamento hospitalar para cerca de 500 pessoas infectadas com a COVID-19, declarou estado de emergência hospitalar em 1 de junho.

O centro anunciou que limitará o número de pacientes ambulatoriais e internados por dia até 20 de junho, quando o estado de emergência do governo central deverá terminar. Dará prioridade a quem necessitar de atendimento de emergência ao aceitar pacientes internados.

O governo da prefeitura decidiu não exigir centros de saúde na parte centro-sul da ilha principal de Okinawa para identificar pessoas que entram em contato próximo com indivíduos infectados se os pacientes apresentarem baixo risco de adoecer gravemente. Em vez disso, os centros de saúde pedirão aos pacientes que informem as pessoas com as quais tiveram contato próximo sobre suas infecções por conta própria.

”Um surto de infecções está colocando uma grande pressão sobre os funcionários de saúde com a tarefa de identificar pessoas que entram em contato próximo com indivíduos infectados”, disse um funcionário do governo municipal. ”Vamos priorizar os casos mais necessitados”.

Leia também:

Japonês é condenado a 3 anos de prisão e multa por publicar online mangá pirateado

Sistemas robóticos desenvolvidos por empresas japonesas realiza até 2.500 testes PCR por dia

Milhares de voluntários das Olimpíadas de Tóquio desistiram, diz emissora pública

#coronavírus


Hospitais de Okinawa entram em colapso devido à casos da COVID-19 Japão