Inteligência Artificial ajuda a diminuir o desperdício de alimentos em Fukuoka

Diminuir o desperdício de alimentos tem sido uma preocupação para o governo japonês e empresas que buscam alternativas para solucionar o problema.

Uma iniciativa no Japão utiliza inteligência artificial para analisar informações meteorológicas e demanda de compra para prever a venda de certos produtos, uma maneira que tem se mostrado eficaz para diminuir a taxa de itens descartados e aumentar as vendas.

O projeto foi lançado pela Associação Meteorológica do Japão e pelo governo municipal de Fukuoka em parceria com varejistas na cidade.

O instituto meteorológico tem oferecido um serviço que correlaciona os dados e consegue realizar a previsão de demanda, baseado em inteligência artificial.

Na análise pode ser incluída outras variáveis, como as especialidades locais, sensação térmica, informações que circulam nas redes sociais e dados de vendas anteriores, entre outras.

A previsão de vendas é mostrada em uma escala de sete estágios, que vai desde “o melhor momento para vender” até “o pior momento”.

O experimento começou em maio de 2020 e vai até março de 2021, com 10 lojas de oito empresas diferentes, incluindo supermercados e uma padaria, participando do teste.

A principal loja da Tojin Bakery’s Poem, no bairro Chuo da cidade, uma das participantes do programa, viu uma queda de cerca de 15% nas taxas de descarte de produtos e um aumento de 12,3% nas receitas de vendas em setembro e outubro em comparação com um período de dois meses antes de começar a usar o serviço.

O executivo da padaria disse: “Quando as taxas de produtos descartados aumentam, nosso lucro cai. É bom poder ver os dados numéricos de algo que até agora dependíamos de nossos instintos (quando se tratava de previsão de demanda) com base em anos de experiência. Observando a previsão, temos assado menos pela manhã e agora podemos oferecer produtos assados ​​na hora por volta do meio-dia e no início da noite “.

#diaadia

Leia também:


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.