Japão abrirá livrarias com espaço de escritórios compartilhados

Tsutaya, uma das principais redes de livrarias do Japão, está planejando abrir dezenas de livrarias para servir como escritórios compartilhados onde os clientes também podem relaxar.

Sob o conceito de “Share Lounge”, a Culture Convenience Club Co. ampliará o número de livrarias para 100 na área metropolitana de Tóquio nos próximos três anos e pretende expandir o negócio para outras partes do Japão.

“Acreditamos que a rentabilidade de nossas livrarias aumentará adicionando a função de lounges compartilhados”, disse Tomohiro Umetani, presidente da Tsutaya Books “Ao criar livrarias que ganham dinheiro, queremos contribuir para um Japão que tenha pelo menos uma livraria em cada município”-acrescentou.

O Share Lounge, terá Wi-Fi de alta velocidade e foi projetado com a ideia de que as pessoas possam trabalhar nesse espaço, além de ler livros e conversar com os amigos. O primeiro Share Lounge será inaugurado no dia 3 de dezembro na principal Livraria Tsutaya, em Shibuya Ward, e terá 187 lugares em um espaço de 660 metros quadrados.

Cerca de 3.500 livros sobre negócios, arte e arquitetura foram selecionados cuidadosamente para fazer parte do espaço e ficarão disponíveis para os clientes lerem enquanto podem beber e comer nozes gratuitamente. Além do wi-fi, nozes, carregadores,monitor, livros, bebidas, armários, quadro brancos, sala de conferências e até impressoras fazem parte das comidades oferecidas pelo local.

Sobre os valores:

A taxa de uso do escritório compartilhado será de 1.650 ienes incluindo os impostos. A empresa também planeja servir álcool em um período do dia e permitir que os clientes passem o dia inteiro nas livrarias. O valor poderá variar de acordo com o tempo, para mais informações clique aqui.

Os espaços de escritório serão cobrados a medida que os cafés se mostraram tão populares, que muitas vezes atendem além de suas capacidades. A empresa disse que os lounges serão lucrativos, pois os custos com materiais alimentícios e pessoais serão responsáveis por cerca de 40% das vendas, em comparação com 60% dos cafés comuns.

#novidades


Japão abrirá livrarias com espaço de escritórios compartilhados Entretenimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *