via: Japan ramps up vaccine distribution amid COVID-19 surge | The Japan Times

Japão

Japão acelera distribuição da vacina em meio ao aumento de casos da COVID-19

O Japão acelerou na segunda-feira (10), a vacinação contra o coronavírus, com o objetivo de vacinar completamente todas as pessoas com 65 anos ou mais até o final de julho em meio a uma quarta onda de infecções.

Nas próximas duas semanas, o governo enviará doses aos municípios para administrá-las em mais de 9 milhões de pessoas, cobrindo um quarto da população idosa do país, e planeja vacinar as 36 milhões até o final de junho.

O Japão está atrás de outros países avançados em seu lançamento de vacinas, com apenas cerca de 240 mil idosos tendo recebido a primeira das duas vacinas na quinta-feira, de acordo com dados do governo.

Em um esforço para proteger as linhas telefônicas em caso de chamadas de emergência, as principais empresas de telecomunicações japonesas impuseram uma restrição temporária ao número de chamadas recebidas para os governos locais que aceitam reservas.

Na segunda-feira, a cidade de Shunan, na província de Yamaguchi, começou a administrar doses para pessoas elegíveis em uma loja vazia de um shopping center local.

”Fiquei aliviado por finalmente ser vacinado. Estou prestes a chorar”, confirmou Seiichi Aoki, de 99 anos de idade, que recebeu sua primeira dose em Shunan.

Os governadores das prefeituras concordaram durante uma conferência online, em pedir ao governo central que intensifique os esforços para completar a vacinação dos idosos até o final de julho.

A Associação dos Governadores Nacionais também vai induzir o governo do Primeiro-Ministro Yoshihide Suga a pedir às pessoas para que tomem medidas antivírus mais duras, pois as variantes altamente contagiosas do vírus estão aumentando, colocando uma pressão sobre o sistema de saúde nacional.

O Japão começou a vacinar a população idosa, que é cerca de 29% da população total, em 12 de abril, após iniciar sua campanha com profissionais da saúde em 17 de fevereiro.

Enquanto isso, Suga afirmou que o governo precisa acelerar o processo de aprovação dos testes clínicos das vacinas em um momento em que as farmacêuticas japonesas perderam terreno para rivais estrangeiras.

No Japão, a Shionogi & Co. e várias outras empresas têm desenvolvido vacinas contra a COVID-19, mas os estudos clínicos em grande escala têm sido um grande obstáculo para que elas sejam aprovadas e colocadas no mercado.

Para obter aceitação, uma vacina precisa ser aprovada em um estudo clínico envolvendo dezenas de milhares de participantes, no qual sua segurança e eficácia são avaliadas, mas devido ao número relativamente baixo de infecções comunitárias por coronavírus no Japão, sua eficácia é difícil de ser calculada.

Além disso, programas de vacinação com doses desenvolvidas por empresas americanas e europeias já estão em andamento no Japão e em outros lugares, reduzindo a demanda.

À  medida que mais pessoas ganham resiliência contra o vírus com o progresso dos programas de vacinação, espera-se que se torne cada vez mais difícil recrutar um número suficientes de cobaias sem imunidade.

Leia também:

Sobrevivente da bomba atômica carrega a tocha olímpica e incentiva a paz para gerações mais jovens

Hospital em Tóquio coloca mensagem em suas janelas: ”Parem as Olimpíadas!”

A emocionante história de Sadako Sasaki, uma das vítimas da bomba atômica, será transformada em filme

#coronavírus


Japão acelera distribuição da vacina em meio ao aumento de casos da COVID-19 Japão