via: Japan's health ministry urges preparations for 6th COVID wave amid lull in new cases - The Mainichi

Japão

Japão começa a se preparar para lidar com uma possível 6ª onda de infecções

2021.10.02

O Ministério da Saúde do Japão enviou um aviso aos governos de cada província solicitando que verificassem seus sistemas médicos e começassem a prepará-los para uma possível sexta onda de infecções por coronavírus durante o inverno.

Uma das estratégias para lidar com um aumento dos casos, seria garantir profissionais de saúde e leitos hospitalares suficientes para tratar os pacientes com COVID-19. Em resposta ao pedido do governo central, os governos locais irão começar a reforçar os sistemas de saúde até o final do mês de novembro.

Para evitar a sobrecarga do sistema, o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar apresentou a definição das preparações do sistema médico para os governos das províncias.

O planejamento envolve o estabelecimento de sistemas regionais para médicos e outros profissionais da área médica participarem do monitoramento das condições das pessoas após a obtenção de um teste COVID-19 positivo.

As pessoas que testarem positivo serão avisadas sobre o resultado positivo no mesmo dia ou no dia seguinte. Para evitar o desenvolvimento de sintomas graves, as pessoas que se recuperam em casa receberão cuidados médicos e coquetéis de anticorpos.

Os pacientes que desenvolverem sintomas moderados ou mais graves ou que têm maior risco de desenvolver condições graves, serão hospitalizados.

Em casos que os hospitais não aceitarem os pacientes em casos graves, os governos locais irão recorrer às instalações médicas improvisadas ou fila de espera de hospitalização.

No início de outubro, o estado de emergência, que cobria um total de 19 províncias japonesas, foi totalmente suspenso. Infelizmente, a última onda de infecções acabou saindo do controle e sobrecarregou o sistema médico. Muitos pacientes com coronavírus perderam a vida em suas casas devido à falta de leitos hospitalares.

“Gostaríamos de colaborar com as prefeituras e melhorar o sistema de prestação de cuidados médicos”-disse Norihisa Tamura, ministro da saúde.

Leia também:

#coronavírus


Japão começa a se preparar para lidar com uma possível 6ª onda de infecções Japão