Japão começará a vacinação contra COVID em crianças menores de 12 anos em março

Embora a maioria das crianças desenvolva sintomas leves quando infectadas com o coronavírus, o Japão planeja expandir a vacinação para as crianças menores de 12 anos em março, disse o primeiro-ministro Fumio Kishida e outros funcionários.

Vacinação para as crianças de 5 a 11 anos

Quanto à inoculação de crianças menores de 12 anos, o governo dará prosseguimento às etapas de aprovação necessárias para administrá-la a quem desejar receber as vacinas.

A empresa americana Pfizer e sua parceira alemã BioNTech confirmaram a segurança e a eficácia de sua vacina contra o coronavírus para crianças com idades entre 5 e 11 anos e entraram com pedido junto à agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos (FDA) para receber autorização de uso emergencial do imunizante.

O governo usará 18 milhões de doses adicionais da vacina COVID-19 da empresa americana de biotecnologia Moderna Inc. O Ministério da Saúde do Japão deu aprovação rápida no mês passado para usar a vacina da Moderna como reforço, após liberar em novembro a vacina COVID-19 da Pfizer Inc.

Na província de Okinawa, onde as infecções estão aumentando, crianças e jovens de até 19 anos representaram mais de 20% do total de novos casos de COVID-19 de segunda-feira.

“Muitos jovens e crianças contraíram a variante Ômicron. Eu recomendo que os jovens de 12 anos ou mais que ainda não foram vacinados o façam”-disse Kishida, referindo-se a uma análise que descobriu que há uma grande chance de pessoas mais velhas desenvolverem sintomas graves se a variante altamente contagiosa se espalhar rapidamente.

Terceira dose da vacina

O governo reabrirá os centros de vacinação em massa administrados pelas Forças de Autodefesa em Tóquio e Osaka a partir de fevereiro para administrar a terceira dose da vacina, de acordo com funcionários do Ministério da Defesa.

Os centros instalados no ano passado, administraram um total de 1,96 milhão de vacinas para maiores de 16 anos. O governo pretende dar a terceira dose da vacina para os idosos em um ritmo mais rápido, em março, e iniciar o programa de reforço para outros.

As medidas de vacinação, anunciadas com os planos para estender ainda mais a proibição de entrada de estrangeiros não residentes, fazem parte dos esforços do governo para fortalecer as contramedidas contra a variante Ômicron.

Apenas cerca de 870 mil pessoas, o que representa 0,7% da população do Japão, receberam a terceira dose de vacina até terça-feira (11). Atualmente, os profissionais de saúde e os idosos estão recebendo a vacina de reforço.

A contagem nacional de infecções por COVID-19 superou 6.300 na terça-feira, um aumento de 5 vezes em relação à semana anterior.

As medidas quase emergenciais entraram em vigor em três províncias japonesas a partir de domingo, para conter o aumento dos casos nas regiões que hospedam as bases militares dos EUA.

Fonte: The Mainichi

#diaadia

Japão começará a vacinação contra COVID em crianças menores de 12 anos em março Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *