Japão deverá impor estado de quase emergência para 3 províncias

O primeiro-ministro Fumio Kishida deverá colocar três prefeituras japonesas em um “quase estado emergência” nesta sexta-feira. Após surtos de coronavírus atingir as bases militares dos EUA.

As declarações de quase emergência serão para Okinawa, Yamaguchi e Hiroshima e deverá entrar em vigor a partir de domingo até 31 de janeiro. Se aprovada, os governos locais poderão reforçar as medidas e solicitar que os restaurantes encurtem o horário comercial.

O governo central consultará especialistas e explicará ao parlamento a necessidade de tomar as medidas mais rígidas. Após todo esse processo, espera-se que Kishida decida formalmente até o final do dia.

O Japão seguiu uma tendência de queda nos casos de coronavírus à medida que as vacinações avançavam. No entanto, recentemente, a contagem diária voltou a subir, com a transmissão comunitária confirmada em áreas como Tóquio e Osaka.

Leia também: Okinawa pode registrar quase 1000 casos diários de coronavírus nesta quinta

Cluster de infecções nas bases militares dos EUA

Crédito: Zuma Press/ U.S Marines

Os governadores de Okinawa, Yamaguchi e Hiroshima acreditam que o aumento nos casos de COVID-19 estão relacionados à disseminação da variante nas bases militares dos EUA.

Okinawa, lar da maioria das instalações militares dos EUA no Japão, está entre as prefeituras mais afetadas. Ontem, a ilha ao sul do Japão, relatou um recorde de 981 novas infecções.

O governador de Okinawa disse que seus dados preliminares sobre os casos diários de coronavírus mostram que a contagem de sexta-feira provavelmente excederá 1.400 casos.

Denny Tamaki, disse que “não há dúvida” de que tais instalações são um dos principais fatores para o aumento dos casos. O governador de Yamaguchi, Tsugumasa Muraoka, citou os resultados de análises genômicas de amostras de vírus coletadas de trabalhadores e residentes de uma base nos Estados Unidos.

Okinawa abriga a maior parte das forças militares no Japão e um grupo de infecções foi confirmado no acampamento Hansen do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA.

A província de Yamaguchi que hospeda a US Marine Corps Air Station Iwakuni também foi atingida. Consequentemente, os casos se espalharam por Hiroshima, província vizinha.

Além disso, Kishida enfatizou a necessidade dos Estados Unidos tomarem medidas antivírus mais rígidas nas bases militares americanas no Japão, mas permanece cauteloso ao fazer a mesma avaliação que os governadores.

“É difícil neste momento identificar a causa e as rotas da disseminação das infecções” nas prefeituras- disse Fumio Kishida.

Kishida prometeu tomar todas as medidas necessárias para prevenir um aumento nos casos de coronavírus, proibindo a entrada de estrangeiros não residentes no Japão e acelerando o lançamento da terceira dose da vacina.

Leia também: Japão volta a registrar mais de 4.000 casos de coronavírus

Diferenças entre um estado de emergência e um quase estado de emergência

Em primeiro lugar, o estado de emergência cobre uma província por inteiro, enquanto um quase estado de emergência pode ser limitado a uma área específica.

Todas as partes de Okinawa estarão sob a declaração de quase-emergência. Já em Yamaguchi e Hiroshima, apenas algumas cidades e vilas estarão sujeitas à declaração.

A contagem diária de COVID-19 em Tóquio também tem aumentado acentuadamente nos últimos dias, e a governadora Yuriko Koike disse que a batalha contra o coronavírus está entrando em uma nova fase.

Fonte: The Mainichi

#coronavírus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *