Japão enfrenta necessidade urgente de garantir equipe médica

O governo do Japão planeja pedir às prefeituras que enviem enfermeiras e médicos para aliviar a grave pressão sobre os hospitais que tratam de pacientes com coronavírus.

Funcionários do governo planejam lançar uma estrutura para cooperação entre as prefeituras, buscando o apoio da Associação de Governadores Nacionais.

Também foi pedido às autoridades locais que assegurem rapidamente mais leitos hospitalares, à medida que os registros de infecções nacionais continuam a atingir níveis recordes.

Na terça-feira, o ministro da Defesa, Kishi Nobuo, ordenou que as Forças de Autodefesa enviassem enfermeiras para a cidade de Asahikawa, na prefeitura de Hokkaido, no norte, para ajudar a lidar com o aumento das infecções.

O ministério também está considerando o envio de equipe médico da SDF para uma unidade de cuidados intensivos COVID-19 em Osaka, oeste do Japão.

Kishi disse a repórteres que o ministério fornecerá o maior número possível de profissionais de saúde. Mas ele reconheceu que há limites, dizendo que seria extremamente difícil aceitar todos os pedidos locais.

Funcionários do governo também estão preocupados com as instituições médicas reduzindo suas operações para os feriados de fim de ano e ano novo. Eles planejam acelerar as contra-medidas para evitar que a carga sobre os hospitais aumente ainda mais.

#diaadia


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *