via: Japan schools abroad to get more PCs for online study amid pandemic - The Mainichi

Japão

Japão fornecerá computadores para alunos poderem continuar estudando em casa

2020.06.06

O governo planeja fornecer mais computadores às escolas japonesas no exterior para que seus alunos possam continuar estudando online de casa, pois a epidemia de coronavírus não aponta sinais de que diminuirá por enquanto.

O Ministério da educação pretende garantir que cada aluno das escolas de ensino fundamental e médio japoneses no exterior tenha acesso a um computador. Estima-se que um total de 12.000 alunos e professores de escolas japonesas no exterior precisam de novos computadores ou tablets e planeja-se começar a distribuí-los a partir deste outono. Para o projeto, o Ministério reservou 500 milhões de ienes (US $ 4,6 milhões) no segundo projeto de orçamento suplementar para o ano fiscal de 2020.

Para uma escola que planeja introduzir mais de 50 computadores, o governo enviará especialistas em tecnologia da informação e comunicação e pagará metade dos custos necessários.

O governo examinará o efeito acadêmico do projeto em cerca de 30 escolas e fornecerá até 6 milhões de ienes para testes, como cursos online conjuntos envolvendo várias escolas, disseram autoridades do ministério. Mundialmente, existem cerca de 100 escolas japonesas, onde cerca de 17.000 crianças estão matriculadas, de acordo com o Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia.

No final de abril, cerca de 13.000 deles ainda estavam no exterior, mas apenas cerca de 30% das escolas, incluindo as de Pequim e Xangai, retomaram as aulas até 28 de maio, segundo o ministério. As escolas japonesas nos Estados Unidos, Itália e outras partes do mundo afetadas pela epidemia de coronavírus temem permanecer fechadas por um longo período de tempo.

Devido a restrições de viagem em meio à pandemia de coronavírus, muitas das escolas japonesas não têm professores suficientes para dar aulas presenciais. Mais de 90% dos cerca de 500 professores que estavam programados para serem enviados para as escolas japonesas no exterior em abril, quando o novo ano acadêmico do país começa, ainda não chegaram por causa das restrições de viagem implementadas em todo o mundo.


Japão fornecerá computadores para alunos poderem continuar estudando em casa Japão