Japão não poderá usar medicamento da Pfizer em menores de 16 anos

O ministério da saúde do Japão, está considerando limitar o uso da vacina contra o coronavírus da Pfizer para pessoas com 16 anos ou mais, por enquanto.

No mês passado, a Pfizer buscou a aprovação no Japão para sua vacina, desenvolvida em conjunto com a parceira alemã BioNTech. É o único fornecedor que solicitou autorização no país.

Fontes dizem que o ministério da saúde está considerando excluir menores de 16 anos, pois o teste clínico em andamento da vacina no Japão envolve apenas adultos com 20 anos ou mais.

Eles dizem que os resultados dos testes conduzidos no exterior também carecem de dados suficientes sobre crianças de 15 anos ou menos. O menor risco de as crianças desenvolverem sintomas graves do vírus é outro fator.

Os Estados Unidos e a Grã-Bretanha já lançaram a vacina Pfizer. Eles também limitam seu uso a pessoas com 16 anos ou mais.

O ministério de saúde do Japão finalizará a idade-alvo com base nos dados do ensaio clínico doméstico. Ela planeja estudar rapidamente a segurança e eficácia da vacina e espera começar a inocular profissionais de saúde no final de fevereiro.

O Japão tem um acordo com a Pfizer para obter doses suficientes da vacina para 60 milhões de pessoas no primeiro semestre deste ano.

Leia também:

#diaadia


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.