Japão pondera aliviar restrições de viagens para mais estrangeiros

O governo japonês está considerando permitir a entrada de estrangeiros que pretendem residir no Japão por um período de três meses ou mais a partir de 1° de outubro, revelaram fontes com conhecimento do plano nesta quarta-feira (23).

Em um esforço para conter a disseminação do coronavírus, o Japão adotou um dos sistemas de restrições mais rígidos do mundo, uma vez que até mesmo os residentes permanentes encontraram dificuldades para retornar ao país sem nenhuma permissão prévia.

O que mudará se o governo decidir diminuir as restrições de entrada?

Cerca de 1.000 visitantes estrangeiros teriam permissão para entrar no Japão diariamente, visto que a capacidade de testes nos aeroportos iria aumentar, no entanto, os turistas ainda seriam excluídos.

Atualmente, o Japão tem uma proibição de entrada para 159 países e regiões, mas o governo já diminuiu essas restrições para empresários que vão e voltam de alguns países asiáticos como a Tailândia e Vietnã.

Segundo as fontes, o governo pretende ampliar significativamente o leque de pessoas isentas da proibição de entrada a partir do dia 1° de outubro, incluindo os médicos, os atletas que chegam para participar de atividades culturais e os  estudantes estrangeiros que não recebem bolsa do governo.

#diaadia


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.