Japão registra recorde de desemprego com quase 80 mil demissões em meio à pandemia

Segundo a última contagem semanal do Ministério do Trabalho, o número de pessoas que ficaram desempregadas no Japão devido à pandemia do coronavírus, chegou a cerca de 79.522 na última sexta-feira (25).

Segundo a contagem que foi divulgada no começo desta semana, do total, um pouco mais da metade eram empregados não regulares. De acordo com as informações, cerca de 16.717 pessoas estavam empregadas na indústria, mais de 10.000 trabalhavam em setores de alimentos, bebidas e no setor de varejo.

Em relação as mais de 70.000 perdas de empregos, cerca de 19.318 demissões ocorreram em Tóquio, 6.657 em Osaka e 4.696 em Aichi.

Um funcionário de alto cargo do Ministério do Trabalho expressou-se dizendo que existe um forte sentimento de crise em meio à crescente disseminação do vírus, e que a pandemia poderia ter um impacto retardado sobre a situação de emprego.

Infelizmente esta situação pode ser ainda mais complicada e os números bem maiores, uma vez que a contagem do Ministério do Trabalho aborda apenas o número de casos encontrados nas Agências Hello Work.

Leia também:

#diaadia


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.