via:

Japão

Japão se prepara para lidar com possíveis desastres naturais durante a pandemia do coronavírus

2020.06.01

Muitos governos locais do Japão já estão se preparando para enfrentar um dos piores cenários possíveis: a ocorrência de desastres naturais durante a pandemia do coronavírus.

Embora o estado de emergência tenha sido suspenso e a vida esteja voltando à “normalidade” no Japão, o número de infecções por coronavírus não caíram para zero e ainda há possibilidade de uma segunda onda de infecções.

Todos os anos o Japão está propenso à ocorrência de desastres naturais como, terremotos, tufões, tsunamis e chuvas torrenciais localizadas. Dessa forma, sempre que esses desastres acontecem, as pessoas que moram nas áreas de risco são instruídas à procurarem os abrigos de emergência. 

No entanto, devido a pandemia do coronavírus, além de lidar com os prejuízos dos desastres naturais, os governos locais também precisarão elaborar planos para evitar que esses abrigos se tornem possíveis focos de transmissão do vírus.

O prefeito da cidade de Kesennuma, localizada na província de Miyagi, já está elaborando um plano para evitar a superlotação das instalações de emergência e reduzir os riscos de transmissão do vírus. A cidade decidiu aumentar a quantidade de escolas e centros comunitários que podem oferecer abrigo, principalmente aos moradores idosos, e já conta com um total de 96 instalações prontas para serem utilizadas.

De acordo com as diretrizes operacionais da cidade, as pessoas  precisarão manter uma distância de dois metros e utilizarem desinfetantes. No entanto, um funcionário da cidade reconheceu que as autoridades locais precisarão contar com a ajuda de entidades externas e de associações de moradores locais para administrar os abrigos.

Normalmente, o Japão é afetado por fortes chuvas torrenciais, terremotos e tufões que causam grandes estragos em muitas partes do país e deixam diversas pessoas desabrigadas ano após ano, mas com o agravante da pandemia durante este ano, as pessoas que forem para os abrigos serão orientadas a levarem suas próprias máscaras, sabonetes e termômetros.

A cidade de Amagasaki, na província de Hyogo, está planejando preparar abrigos exclusivamente para as pessoas que entraram em contato com as pessoas infectadas ou que retornaram do exterior. O governo da cidade também sugeriu que hotéis e algumas pousadas sirvam como abrigos.

De acordo com a emissora NHK, o gabinete do governo também está recomendando que em caso de desastres naturais, os moradores possam considerar a possibilidade de ir para a casa de parentes ou conhecidos a fim de evitarem a superlotação dos abrigos.

Com a chegada da temporada de chuvas no país, é importante que essas medidas de emergência sejam implementadas com antecedência, uma vez que os desastres naturais podem acontecer a qualquer momento e milhares de pessoas precisarão recorrer aos abrigos.

(Fonte: The Mainichi; link: https://mainichi.jp/english/articles/20200531/p2g/00m/0na/040000c)

Imagem da capa: AFP/JIJI PRESS


Japão se prepara para lidar com possíveis desastres naturais durante a pandemia do coronavírus Japão