via: Moderna's contaminated vaccine only shipped to Japan: Spanish maker - The Mainichi

Japão

Japão suspende o uso de 1,63 milhão de doses da vacina Moderna após “corpo estranho” ser detectado

2021.08.27

O Japão suspendeu o uso de cerca de 1,63 milhão de doses da vacina Moderna nesta última quinta-feira (26), após “materiais estranhos” serem encontrados em 39 frascos não utilizados.

Os materiais estranhos estão sendo analisados desde meados de agosto em oito locais de vacinação nas províncias de Ibaraki, Saitama, Tóquio, Gifu e Aichi.

De acordo com dados baseados em relatórios do governo e divulgados pela Kyodo News, pelo menos 180 mil vacinas “potencialmente contaminadas” foram administradas em cerca de 19 das 47 províncias do Japão. As mais de 1 milhão de doses da vacina Moderna, foram fabricadas na mesma linha de produção na Espanha e distribuídas em 863 postos de vacinação no Japão. Elas fazem parte dos lotes: 3004667, 3004734 e 3004956.

Segundo o governo metropolitano de Tóquio, cerca de 9.100 pessoas podem ter recebido as vacinas na região de Tóquio, em Osaka cerca de 50 mil, em Hyogo cerca de 41 mil e em Aichi 28 mil.

“A detecção desse material particulado se refere a certos frascos de um lote de produto distribuído exclusivamente no Japão”-informou a farmacêutica espanhola Rovi SA em um comunicado”.

Corpo estranho detectado nas vacinas

Segundo fontes do Ministério da Saúde, os materiais estranhos encontrados em alguns frascos da vacina Moderna podem ser possíveis fragmentos metálicos, e eles acreditam que esses “materiais estranhos” foram misturados aos frascos durante o processo de fabricação.

“É uma substância que reage a ímãs”-disse um funcionário do Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde disse que os objetos estranhos não irão obstruir os vasos sanguíneos das pessoas, uma vez que a vacina é injetada no músculo, mas se alguém sentir qualquer  alteração, é aconselhável consultar um médico.

Falta de vacinas no Japão

O Japão suspendeu o uso das vacinas dos lotes contaminados apenas por precaução, mas essa decisão ocorre em um momento difícil para o Japão, que enfrenta a pior onda de infecções por coronavírus, e, principalmente para o governo do primeiro-ministro Yoshihide Suga, que foi duramente criticado pela lenta implementação da campanha de vacinação.

A Moderna Inc. e a farmacêutica Takeda Pharmaceutical Co., que é responsável pela venda e distribuição da vacina Moderna no Japão, disseram que não haviam recebido nenhum relatório sobre questões de segurança antes.

A farmacêutica espanhola Rovi SA se manifestou dizendo: “A origem deste incidente de fabricação pode estar em uma das linhas de fabricação da Rovi” (…) “Por precaução, este lote e dois lotes adjacentes foram colocados em espera”.

Leia também:

Metade da população do Japão já recebeu pelo menos a 1ª dose da vacina contra o coronavírus

Ministério da Saúde do Japão anunciará decisão sobre a vacina Moderna

#coronavírus


Japão suspende o uso de 1,63 milhão de doses da vacina Moderna após “corpo estranho” ser detectado Japão