DIA A DIA

Informação, cultura, turismo e entretenimento para brasileiros no Japão

Japão tem recorde de 5.400 casos envolvendo maconha em 2021

A cada 100.000 pessoas no Japão, 5, 6 indivíduos estiveram envolvidos em crimes de cannabis no ano passado, quase o dobro de 2017.

Pelo oitavo ano consecutivo, o número de casos envolvendo maconha no Japão tiveram um aumento. Em 2021, houve um aumento de 248 infratores em relação ao ano anterior. Segundo a polícia, o abuso da droga foi visto principalmente entre os jovens.

Por faixa etária, a cada 100.000 pessoas, 14,9 jovens com menos de 20 anos estavam envolvidos em infrações.

Entre todos os casos investigados, foi descoberto que 4.537 eram de posse de maconha, 273 de abastecimento e 230 de cultivo ilegal de maconha.

Os infratores com ou menos de 20 anos, representavam 70% do total, sendo 2.823 indivíduos na faixa dos 20 anos e 994 com menos de 20 anos, segundo dados da Agência Nacional de Polícia.

Entre eles,186 eram estudantes do Koukou (ensino médio), jovens de 16 a 18 anos, e oito eram estudantes do Chūgakkō (ginásio), adolescentes na faixa etária dos 14 anos.

Em uma pesquisa com 829 usuários de drogas abrangendo todas as idades, a agência descobriu que mais de 70% acreditavam que a droga não causava nenhum dano ou não era tão prejudicial. 

Quais são as punições para quem cultiva, trafica ou usa maconha no Japão?

Maconha no Japão
Crédito: Getty Images

Além da posse, o cultivo e o consumo de cannabis é ilegal no Japão. Embora você possa possuir as sementes em território japonês, seu cultivo é ilegal.

Ao contrário de países como Canadá e Uruguai, que estão liberando a maconha, o Japão continua com uma política de tolerância zero. A posse de maconha no Japão pode render até 5 anos de prisão e multa de milhares de dólares e o comércio pode render até 10 anos de prisão.

De acordo com o Cannabis Price Index, em 2018, Tóquio foi considerado o lugar mais caro para se comprar maconha entre 120 cidades em todo o mundo!

O que explica o aumento das infrações no Japão?

Maconha no Japão
Crédito: Canva

As autoridades do Japão acreditam que o aumento dos consumidores de maconha e do tráfico de drogas com fins lucrativos, estão relacionados ao aumento do número de infrações.

Enquanto isso, o número de todos os infratores da legislação antidrogas em 2021 caiu de 217 em relação ao ano anterior para 13.862. 

A maioria dos casos, 7.824, envolveu metanfetaminas ou anfetaminas, conhecidas como “drogas estimulantes” no Japão, um declínio de 647 em relação ao ano anterior.

A polícia disse que 56 casos de contrabando de drogas estimulantes foram investigados, com o tráfico por avião diminuindo significativamente devido às restrições da pandemia.

No ano passado, 688,8 kg de estimulantes foram apreendidos, enquanto 329,7 quilos de maconha foram apreendidos no Japão.

Fonte: The Mainichi

Imagem de destaque: Canva

Matérias relacionadas:

Japão criminalizará o consumo de cannabis, mas permitirá o uso de maconha medicinal

Conheça o Museu do Cânhamo (uma variedade da cannabis/maconha)

#crime

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *