Jovem de 18 anos é preso por assassinar uma japonesa no Brasil

O corpo de uma mulher foi encontrado próximo à uma cachoeira numa propriedade da Casa Dom Inácio de Loyola em Goiás (região centro-oeste) e a polícia local confirmou que se tratava de uma japonesa de 43 anos que morava nas proximidades e estava desaparecida há cerca de uma semana.

Segundo a polícia local, Hitomi Akamatsu morava em Abadiânia (Goiás) há cerca de dois anos e estava desaparecida desde o dia 10 de novembro. Um amigo argentino informou a polícia que não estava conseguindo entrar em contato com Akamatsu, e após uma busca do corpo de bombeiros, seu corpo foi encontrado.

Nesta terça-feira (17) a polícia prendeu um homem de 18 anos que admitiu ter assaltado e assassinado a vítima. De acordo com a investigação, o jovem teria dito que estava sendo cobrado por uma dívida de drogas.

“Fui  a uma cachoeira onde sabia que tinha muitos estrangeiros para tentar assaltar alguém e encontrei uma mulher, como ela ofereceu resistência, eu a estrangulei com uma camiseta e a matei. Depois escondi seu corpo em um buraco próximo”.

Segundo as informações da polícia de Goiás, a japonesa era uma sobrevivente do acidente nuclear de Fukushima que ocorreu em 2011 no Japão.

https://youtu.be/VycUAj0BuPI

#crime


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.