Japoneses desenvolvem robô colhedor de frutas

A Organização Nacional de Pesquisa Agrícola e Alimentar do Japão (NARO) e outras instituições desenvolveram em parceria um protótipo de robô adaptado para colher frutas automaticamente, incluindo maçãs e peras.

A organização planeja comercializar o produto em dois anos. Shinnosuke Kusaba, chefe da área de pesquisa de distribuição de produção comentou:

“Gostaríamos que fazendeiros em grande escala e outros o usassem (o robô) para aumentar a produtividade, já que os trabalhadores na indústria de árvores frutíferas estão diminuindo devido ao envelhecimento da população.”

Protótipo do robô colhendo maçã. Créditos: Mainichi


Organizações japonesas estão trabalhando juntas para o desenvolvimento do robô, que é capaz de colher uma fruta em aproximadamente 11 segundos, quase a mesma velocidade de uma pessoa, que coleta aproximadamente 300 frutas em uma hora.

O robô tem dois braços e se move por meio de um carro autônomo feito de um carrinho de golfe modificado. Sua câmera captura a imagem da fruta, que um dos braços agarra e gira para colher. O produto recolhido é colocado em um recipiente em cima da carroceria do carro. Quando o contêiner fica cheio, o robô automaticamente o muda para um vazio. Quando a câmera detecta a próxima fruta a ser colhida, o robô se move até ela.

O robô usa tecnologia de ponta para identificar frutas com base em inteligência artificial, através do qual consegue identificar automaticamente as características da fruta a ser colhida.

Usando essa tecnologia, os pesquisadores alimentaram o robô com 1.500 fotos de peras. Como resultado, no caso das peras japonesas, ele pode reconhecer aquelas que estão prontas para serem consumidas com base em sua maturação, que é avaliada pela cor do dente na parte inferior da fruta.


No entanto, o robô só pode ser usado para frutas cujas formas são fáceis de identificar por meio de uma câmera, por isso a NARO e outros organismos também estão estudando maneiras de melhorar o formato das árvores frutíferas.

Eles desenvolveram uma árvore em forma de V usando uma técnica de enxerto de modo que os galhos formem um plano vertical. Esta forma de árvore também torna mais fácil para as pessoas colherem frutas na mesma postura e, aparentemente, deve encurtar o tempo de colheita em cerca de 20%.

Os desenvolvedores estão planejando comercializar o robô por volta de 2022 e tamém começar a alugá-lo. Eles pretendem vender o robô junto com o carro autônomo e contêineres a um custo de 6 milhões de ienes (cerca de US $ 58.000) ou menos por volta do ano de 2025.

#diaadia

Leia também:


O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é 8CCE36D7-1639-4222-9425-C9621820626F.jpg

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.