via: IOC looking at postponing Tokyo Olympics in 4 weeks of talks - The Mainichi

Japão

Os Jogos olímpicos serão adiados? Cancelamento é uma opção?

2020.03.23

O Comitê Olímpico Internacional (IOC) está analisando a hipótese de adiar os jogos olímpicos, em meio a críticas crescentes ao tratamento da crise do coronavírus, e poderá levar até quatro semanas para dar uma decisão final.  A ação vem como resposta ao líder do atletismo, maior esporte dos jogos, que pediu um adiamento no evento.

O IOC está planejando reuniões com autoridades públicas japonesas, autoridades esportivas globais, emissoras e patrocinadores que irão lidar com o planejamento de cenários para as Olimpíadas, que devem começar em 24 de julho. O cancelamento dos jogos não é uma opção até o momento.

O presidente do IOC, Thomas Bach, enviou uma carta aos atletas explicando a decisão e por que pode demorar tanto tempo, embora também reconheça que o cronograma estendido pode não ser do agrado de muitos. “Eu sei que essa situação sem precedentes deixa muitas de suas perguntas em aberto“, escreveu ele. “Eu também sei que essa abordagem racional pode não estar alinhada com as emoções pelas quais muitos de vocês precisam passar“.

Mas apenas horas depois do anúncio, o presidente mundial do atletismo, Seb Coe, enviou uma carta a Bach dizendo que a realização das Olimpíadas de julho “não é viável nem desejável”. Ele descreveu uma série de razões, incluindo imparcialidade competitiva, a probabilidade de os atletas treinarem demais se receberem um cronograma compactado e etc..

Ninguém quer ver os Jogos Olímpicos adiados, mas … não podemos realizar o evento a todo custo, certamente não ao custo da segurança dos atletas“, escreveu ele. “Uma decisão sobre os Jogos Olímpicos pode se tornar muito óbvia muito rapidamente“.

Ainda, o IOC disse que os cenários em consideração “se referem à modificação dos planos operacionais existentes para os Jogos em 24 de julho de 2020, e também às mudanças na data de início dos Jogos“. A mudança de estratégia ocorreu após a teleconferência de Bach com os membros do conselho executivo. Bach disse consistentemente que os organizadores estão totalmente comprometidos em fazer a abertura dos jogos no dia 24 de julho – apesar do treinamento dos atletas, os eventos de qualificação e os preparativos para jogos serem interrompidos cada vez mais pelo surto de vírus que causa a doença COVID-19.

Os comitês olímpicos nacionais do Brasil e da Eslovênia pediram adiamento dos jogos para 2021. O órgão olímpico da Noruega disse que não queria atletas indo a Tóquio até que a crise global da saúde esteja sob controle. Os órgãos de natação e pista dos Estados Unidos – dois dos três esportes de primeira linha dos Jogos de Verão – pediram às autoridades olímpicas nacionais que insistissem em adiar.

O primeiro-ministro Shinzo Abe sugeriu pela primeira vez nessa segunda-feira (23) a possibilidade de que as Olimpíadas de Tóquio tenham que ser adiadas, um dia depois que o IOC declarou que estudará vários planos operacionais em meio à pandemia de coronavírus.

Embora o IOC tome a decisão final [sobre o assunto], temos a mesma opinião de que o cancelamento não é uma opção“, disse Abe, prometendo trabalhar em estreita colaboração com o IOC e o governo metropolitano de Tóquio. O primeiro-ministro, que já havia dito que pretende realizar o principal evento esportivo em sua “forma completa”, disse em uma sessão parlamentar: “Se é difícil realizar os jogos dessa maneira, temos que decidir adiá-lo, dando prioridade máxima para (a saúde dos) atletas “.


Os Jogos olímpicos serão adiados? Cancelamento é uma opção? Japão