Jovem de 16 anos projeta aplicativo para ajudar a controlar pandemia

Um jovem de 16 anos chamado Syu Kato residente da ilha de Hokkaido, localizada no extremo norte do Japão, projetou um aplicativo de software para ajudar as pessoas a manterem um controle dos lugares em que estiveram nas últimas semanas.

O aplicativo recebeu o nome de “Asiato” e funciona como se fosse um “diário” mantendo o histórico de lugares salvos no próprio aparelho celular. O app utiliza serviços de GPS para fazer o rastreamento dos últimos locais mas, as informações pessoais não são compartilhadas.

Caso uma pessoa teste positivo para o coronavírus, o app “Asiato” poderá agilizar o processo de busca e ajudar a identificar o lugar onde possivelmente teria ocorrido a infecção.

Atualmente para manter o “controle” sobre o número de infecções em um país, é necessário que seja feito um levantamento dos lugares onde as pessoas infectadas estiveram nos últimos 15 dias.

Dessa forma, se as pessoas que testarem positivo para o coronavírus souberem exatamente onde estiveram nas últimas semanas, poderão usar as informações do aplicativo para ajudar as autoridades a identificarem outros possíveis casos de infecções.

O presidente que lidera a ação dos jovens na Fundação Mitou disse: “Existem várias maneiras pelas quais jovens como Syu podem contribuir para a sociedade durante a pandemia, pois a crise revela muitos desafios que podem ser resolvidos usando a tecnologia”.

Syu Kato recebeu o prêmio “Super Criador” em 2017 e vem se destacando desde muito cedo na área da programação. Quando ainda estava no ensino fundamental, Kato fez a projeção de um aplicativo de matemática e desenvolveu um programa para escrever relatórios de livros.

O mais novo projeto do jovem, envolve a criação de um site para ajudar tanto os clientes quanto os restaurantes a obterem informações sobre comidas ou pedidos de entrega. Para saber um pouco mais sobre o aplicativo “Asiato” desenvolvido por Kato poderá clicar aqui.

(Fonte: The Mainichi; link original: https://mainichi.jp/english/articles/20200506/p2g/00m/0na/071000c)

E ai será que vocês gostaram da ideia deste jovem prodígio? O uso da tecnologia somado ao distanciamento social, poderão ser os pontos chaves para ajudar a combater o coronavírus.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.