Lutador de sumô desiste da carreira por medos de COVID, e quebra regra de não usar mídia social

Na manhã de 9 de janeiro, o lutador de sumô profissional Kotokantetsu Hiromasa, entrou em sua conta do Twitter e postou suas idéias em alguns tweets.

O que pode soar como uma rotina matinal normal para qualquer jovem de 22 anos, era especialmente raro para Kotokantetsu, desde que ele foi proibido de usar qualquer mídia social em novembro de 2019.

(Tradução)

“Esta manhã, a Associação disse ao chefe do Sadogatake Stable que o uso de mídia social por lutadores se tornou‘ proibido ’. Muito obrigado a todos que me seguiram. De agora em diante, não posso fazer nada além de retuitar e curtir outros tweets, então, por favor, pare de me seguir. Muito obrigado.”

Como ele mencionou, sua proibição foi parte de um movimento polêmico da Associação Japonesa de Sumô de proibir todos os seus atletas de usar a mídia social. O raciocínio deles era limitar o potencial de qualquer escândalo no caso de um lutador postar algo ofensivo ou politicamente incorreto.

Como tal, todas as redes sociais relativas aos lutadores de sumô deveriam ser filtradas através das contas oficiais da associação.

Isso tudo não importava mais para Kotokantetsu, no entanto, porque a situação se tornou mais do que ele poderia suportar.

(Tradução)

“A partir de hoje estou renunciando. Eu disse ao chefe do Estábulo Sadogatake e da Associação Japonesa de Sumô que queria fazer uma pausa porque estava com medo de viajar para o Ryogoku Kokugikan e praticar sumô no meio do surto de coronavírus.
Como resultado, a Associação disse que ter medo do coronavírus não é um motivo válido para fazer uma pausa e que minha escolha era ir ou desistir.
Como meu corpo é importante, decidi me aposentar porque não podia escolher lutar enquanto suportava o medo constante do coronavírus.
A todos que me apoiaram e me seguiram no Twitter com respostas encorajadoras, muito obrigado.
O que aprendi com meus idosos foi tirar vantagem de uma experiência dolorosa e usá-la no futuro. Acho que estou pronto para viver minha segunda vida!

Kotokantetsu, que agora atende pelo nome original de Daisuke Yanagihara, também disse que se sentiu revivido depois de se livrar de sua proibição de mídia social e que espera contar mais sobre o que o levou a renunciar.

Sem dúvida, a morte em maio passado de seu colega Shobushi Kanji, que era apenas seis anos mais velho, deve ter pesado em sua mente. Além disso, em uma coincidência assustadora, quase ao mesmo tempo que o tweet de Yanagihara, a Associação Japonesa de Sumô anunciou que mais cinco lutadores tiveram resultado positivo para COVID-19, elevando o total para 16, incluindo os membros do alto escalão Chiyoshoma Fujio e Chiyootori Yuki.

Um representante da Associação Japonesa de Sumô disse que estão tomando todas as precauções para conter o vírus em suas fileiras e continuar com a temporada conforme programado. No entanto, Yanagihara pode lançar alguma luz sobre como isso é verdade em seus futuros tweets.

Leia também:

#diaadia


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.