Mais de 25% dos pacientes com COVID-19 perderam o olfato ou o paladar no oeste do Japão

Na prefeitura de Nara, no oeste do Japão, mais de um quarto das pessoas infectadas com o coronavírus nas duas semanas anteriores a 2 de agosto relataram sintomas comumente citados de perda de paladar ou olfato, segundo dados divulgados pela prefeitura e governos locais.

Perder o paladar ou o olfato é um sintoma comumente citado quando se contrai o novo coronavírus. O material divulgado por outros governos da prefeitura também mostra que entre os infectados em outras áreas, há muitos residentes que também desenvolveram esses sintomas.

107 casos foram confirmados na província de Nara durante as duas semanas entre 20 de julho e 2 de agosto, com base em relatos do governo de Nara. Entre os indivíduos infectados, pelo menos 26%, ou 28 pessoas, declararam sintomas de perda do paladar ou olfato. Em 1º de agosto, dia em que foi registrado o maior número de casos (19), cinco pessoas relataram sintomas de perda do paladar e do olfato, enquanto outras três pessoas afirmaram ter perdido apenas um desses sentidos.

De acordo com o governo, os centros de saúde pública locais obtiveram respostas como: “Eu não conseguia provar nada, mesmo que comesse meu chocolate favorito”,  “não sentir mais o cheiro de café “e “Curry não tem um sabor apimentado” durante o interrogatório de pacientes com COVID-19.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.