Mais oportunidades de estudo para crianças estrangeiras no Japão

Uma pesquisa do Ministério da Educação do Japão descobriu que cerca de 10.000 das 133.310 crianças estrangeiras com idades em que a educação é obrigatória, não frequentam a escola.

Embora esse número tenha caído pela metade desde 2019, isso indica que ainda há oportunidades educacionais limitadas para algumas crianças estrangeiras.

Em maio de 2021, o Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia realizou uma pesquisa direcionada aos conselhos locais de educação em cerca de 1.741 municípios do Japão, para avaliar a frequência escolar de crianças estrangeiras.

O número de estrangeiros em idade escolar obrigatória totalizou 133.310, sendo 93.474 equivalentes à idade escolar primária e 39.836 equivalentes à idade escolar secundária.

Além disso, 120.070 dessas crianças frequentavam escolas primárias, secundárias ou internacionais. Olhando para as outras crianças, 649 “não estavam frequentando” a escola, 8.597 “não puderam ser contatados para confirmar a frequência” e a frequência de 800 “ainda não foi confirmada”, o que indica que 10.046 crianças não estão recebendo escolaridade.

Embora esse número tenha caído pela metade desde que a primeira pesquisa nacional foi realizada em 2019, as condições de escolaridade ainda não podem ser consideradas suficientes para garantir que crianças estrangeiras tenham oportunidades de educação.

No Japão, a educação obrigatória não se aplica às crianças estrangeiras, mas, o Ministério da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia está solicitando que cada conselho local de educação garanta que haja oportunidades para essas crianças frequentarem a escola, com base em convênios internacionais sobre direitos humanos.

Desde a pesquisa de 2019, muitas autoridades locais criaram cadastros de crianças em idade escolar e enviaram informações sobre como se matricular na escola, oferecendo uma visão mais clara da situação em relação à frequência.

Fonte: Nippon

Imagem de destaque: PIXTA

Matérias relacionadas:

Estudantes querem abolir uso obrigatório de saias para meninas em escolas japonesas

Pesquisa aponta que 62,9% dos estrangeiros no Japão já foram interrogados pela polícia

Empresa abre porta para minorias encontrarem moradia no Japão sem preconceitos

#diaadia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.