DIA A DIA

Informação, cultura, turismo e entretenimento para brasileiros no Japão

Médico japonês é preso por filmar 14 estudantes seminuas

Um médico japonês foi preso na quinta-feira (24) por suspeita de filmar secretamente 14 meninas do ensino fundamental e médio que se despiram parcialmente para fazer exames de saúde.

A unidade de investigação especial de segurança comunitária da Polícia da Província de Osaka prendeu Hirokazu Sato, 34, morador da cidade de Nishinomiya, na província de Hyogo, sob suspeita de violar a lei anti-pornografia infantil.

Segundo as informações, o médico gravou as meninas, que estavam parcialmente despidas, sem o consentimento delas. Os crimes aconteceram em escolas de ensino fundamental e médio tanto na província de Osaka quanto em Hyogo.

Sato teria admitido as acusações e disse aos investigadores: “Eu tirei vantagem de minha posição como médico”.

Fonte: The Mainichi

Leia mais:

#crime

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *