Menina de 11 anos atropela uma fileira de crianças e mata menino de 2 anos

Uma menina de 11 anos que pilotava um carrinho de corrida, colidiu com a fila de crianças que esperavam em um resort na prefeitura de Hokkaido e matou um menino de 2 anos, informou a polícia na segunda-feira (19).

O carrinho de corrida desviou-se do percurso atingindo 5 pessoas, incluindo o menino de 2 anos e outros 2 meninos com menos de 4 anos. A polícia está investigando as causas do acidente.

A criança de 2 anos estava inconsciente quando foi transportada para o hospital pós o acidente. Mais tarde, o menino foi declarado morto. Um dos outros meninos sofreu ferimentos leves entre as sobrancelhas, enquanto o outro menino saiu ileso.

De acordo com fontes, incluindo a Delegacia de Polícia de Mori, o acidente aconteceu no domingo (18) durante um evento de kart co-organizado pela concessionária de automóveis Hakodate Toyopet e três outras empresas. Uma pista temporária de kart foi montada no estacionamento do resort e hotel Greenpia Onuma na cidade de Mori.

De acordo com a Hokkaido Broadcasting Co, o kart é do tipo comumente encontrado em parques de diversões familiares. Eles normalmente têm uma velocidade máxima de 30 km por hora, tão rápidos quanto uma bicicleta. No entanto, o kart envolvido no acidente é chamado de “kart de corrida” que pode atingir uma velocidade de 50 km/h.

O kart pilotado pela criança era parecido com este modelo

O evento de domingo foi realizado no resort Greenpia Onuma por uma concessionária de carros que anunciava “experimentar uma velocidade que você nunca experimentou antes”.

O organizador do evento disse que a garota que pilotava o kart deu quatro voltas na pista de 200 metros e estava fazendo sua quinta volta para voltar à área de largada. No entanto, ela não conseguiu desacelerar e fazer uma curva, continuando em frente a uma velocidade de 40 km por hora.

Havia lugares ao redor do percurso onde eram colocados blocos de plástico para evitar que os karts se desviassem, mas não havia cones triangulares colocados onde eles se projetavam. A polícia suspeita de negligência profissional que resultou em morte e ferimentos, e planeja investigar as circunstâncias do acidente e as medidas de segurança do curso.

Fonte: The Mainichi e TBS News

#diaadia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.