Metade da população europeia pode contrair a variante Ômicron em breve

A Organização Mundial da Saúde alertou que mais da metade da população da Europa, Rússia e Ásia Central pode ser infectada com a variante Ômicron nas próximas seis a oito semanas.

O diretor regional da Europa, Hans Kluge, disse que uma “onda de infecções da variante Ômicron de oeste para leste estava varrendo a região, além de uma onda de infecções da variante Delta.

A projeção foi baseada nos sete milhões de novos casos relatados em toda a Europa na primeira semana de 2022. O número de infecções mais que dobrou em um período de duas semanas.

“Hoje a variante Ômicron representa uma nova onda de oeste para leste, varrendo a região no topo da onda do Delta que todos os países estavam gerenciando até o final de 2021”-disse Kluge em entrevista coletiva.

Ele citou o Institute for Health Metrics and Evaluation, com sede em Seattle, como previsão de que “mais de 50% da população da região será infectada com Ômicron nas próximas seis a oito semanas”.

Kluge disse que as vacinas podem impedir que as pessoas infectadas fiquem gravemente doentes e reduzir os riscos de óbitos. E renovou um apelo para que os países acelerem os lançamentos de vacinas. O escritório da Organização Mundial da Saúde para a Europa cobre 53 países no total.

Fonte: BBC News

#coronavírus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *