via: G-20 ministers discuss virus response in developing countries - The Mainichi

International

Ministros do G-20 discutem resposta ao vírus de países em desenvolvimento

Representantes do grupo das 20 principais economias se reuniram na terça-feira para discutir maneiras de garantir a distribuição justa de vacinas e medicamentos contra o coronavírus para os países em desenvolvimento na pandemia global.

A reunião de um dia em Matera, na Itália, é a primeira presencial dos ministros desde 2019. Outros assuntos na agenda incluem questões globais, como a recuperação econômica da pandemia, mudança climática e desenvolvimento sustentável.

O Ministro das Relações Exteriores do Japão, Toshimitsu Motegi, está participando da reunião pessoalmente junto com o secretário de Estado dos EUA, Anthony Blinken. O Ministro das Relações Exteriores da China Wang Yi, no entanto, participará da reunião online.

A Itália, presidente da estrutura do G-20 este ano, deve sediar uma reunião em Roma, no mês de outubro.

Junto com a reunião dos Ministros das Relações Exteriores, uma reunião ministerial conjunta de Relações Exteriores e Desenvolvimento está sendo realizada para discutir a prestação de assistência à África, que foi duramente atingida social e economicamente pela pandemia da COVID-19.

Também estão no topo da agenda a compilação de regras internacionais no campo do financiamento do desenvolvimento e reformas da Organização Mundial do Comércio, que tem lutado ultimamente para chegar a um consenso entre os mais de 160 membros.

Após a reunião, a ”Declaração Ministerial de Matera” deverá ser lançada com foco na segurança alimentar em face da escassez de alimentos devido à propagação de infecções por coronavírus.

O G-20 consiste na Argentina, Austrália, Brasil, Grã-Bretanha, Canadá, China, França, Alemanha, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Coreia do Sul, Turquia, Estados Unidos e União Europeia.

Leia também:

Casal de idosos foi encontrado morto em uma geladeira industrial na Prefeitura de Fukuoka

Supercomputador japonês mantém título de mais rápido do mundo

Tóquio cai para a 4º cidade mais cara do mundo para trabalhadores estrangeiros

#diaadia


Ministros do G-20 discutem resposta ao vírus de países em desenvolvimento International