via: Locals blame 'Go To Travel' campaign for virus cluster on remote Hokkaido island - The Mainichi

Japão

Moradores culpam campanha “Go To Travel” pelo aumento de casos de coronavírus em Hokkaido

2020.11.13

Um cluster de infecções por coronavírus foi confirmado pela primeira vez em uma ilha remota na prefeitura de Hokkaido, extremo norte do Japão, no mesmo dia em que a prefeitura registrou um recorde de 236 novas infecções por coronavírus.

O grupo de infecções ocorreu em um restaurante da cidade de Rishirifuji, onde um total de 10 funcionários e clientes contraíram o vírus. Desde o início da pandemia até o dia 12 de novembro, a Ilha Rishiri registrou apenas 14 casos de coronavírus.

“As pessoas trazem o vírus de fora da ilha. Eu poderia entender a campanha Go To se o vírus estivesse contido, mas continuá-la neste tipo de situação é equivalente a trazer o vírus de cidades maiores. É inconsistente com o apelo (do governo) para a prevenção de infecções”- expressou uma residente de 50 anos com raiva.

Moradores culpam campanha “Go To Travel” pelo aumento de casos de coronavírus em Hokkaido Japão

Crédito: Mainichi

De acordo com o governo de Hokkaido, há apenas um hospital disponível na ilha de Rishiri que aceita pacientes com coronavírus e mesmo assim, ele possui poucos leitos. As pessoas que necessitam de cuidados especiais precisam ser tratadas fora da ilha e na maioria das vezes necessitam ser transportadas pela Guarda costeira japonesa, por aeronaves de órgãos públicos, ou outras embarcações.

Assim como em muitos lugares do Japão, a ilha de Rishiri tem promovido esforços para prevenir as infecções, solicitando aos turistas que abstenham-se de visitá-los. Atualmente, a prefeitura de Hokkaido está presenciando um ressurgimento dos casos de coronavírus, registrando mais 235 casos nesta sexta-feira (13). No total, a província acumula 5.055 infecções.

#coronavírus


Moradores culpam campanha “Go To Travel” pelo aumento de casos de coronavírus em Hokkaido Japão