DIA A DIA

Informação, cultura, turismo e entretenimento para brasileiros no Japão

Número de nascimentos no Japão diminui em ritmo recorde a cada ano que passa


O número de bebês nascidos no Japão este ano ficará abaixo do recorde do ano passado, levantando preocupações com a diminuição da população japonesa.

A população do Japão de mais de 125 milhões está diminuindo há 14 anos e deve cair para 86,7 milhões até 2060.

Entre janeiro e setembro, um total de 599.636 japoneses nasceram no Japão, sugerindo que o número de nascimentos em todo o ano de 2022 pode ficar abaixo dos 811.000 nascimentos do ano passado.

O Japão é a terceira maior economia do mundo, mas o custo de vida é alto e os aumentos salariais têm sido lentos. O secretário-chefe do gabinete, Hirokazu Matsuno, descreveu a situação como crítica e prometeu medidas abrangentes para encorajar mais casamentos e nascimentos.

Até agora, os esforços do governo para encorajar as pessoas a terem mais filhos tiveram um impacto limitado, apesar do pagamento de subsídios para gravidez, parto e creche.

“O ritmo está ainda mais lento do que no ano passado… Entendo que é uma situação crítica” -disse Matsuno.

O número de nascimentos vem caindo desde 1973, quando atingiu o pico de cerca de 2,1 milhões. Os especialistas preveem que o número de nascimentos caia para 740.000 em 2040.

No Japão, muitos jovens hesitam em se casar e constituir família por várias questões, como a falta de perspectivas no trabalho, estagnação dos salários, por exemplo.

Um painel comissionado pelo governo apresentou um relatório ao primeiro-ministro Fumio Kishida na semana passada citando a baixa taxa de natalidade e a queda da população como fatores que podem corroer a força nacional do Japão.

Leia mais:

Fonte: Japan Today

#diaadia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *