Número recorde de baleias jubarte no sul do Japão

O número de baleias jubarte vistas nas águas próximas à Ilha Amami-Oshima, no sudoeste do Japão, atingiu um recorde de 971 durante esse inverno.

De acordo com a associação de baleias e golfinhos Amami, responsável pela contagem do número de baleias jubarte confirmadas como parte da pesquisa do Ministério do Meio Ambiente, 578 grupos que consistem em um total de 971 baleias jubarte foram vistos nesta temporada, entre dezembro de 2019 e final de março de 2020 – o maior número desde 2014, quando a pesquisa em larga escala foi lançada.

A associação diz que esse número superou o da temporada do ano passado em 131 grupos, sendo 238 baleias jubarte a mais. Além disso, foram confirmados que 96 grupos incluíam mãe e filhote – um aumento significativo em relação aos 52 grupos do período anterior. Muitos grupos de baleias viajam para o sul em janeiro e fevereiro e para o norte em março.

O chefe da associação, Katsuki Oki, de 49 anos, disse: “Eles não viajam apenas pela ilha; muitos grupos de mães e filhotes ficam aqui. Acredita-se que as águas ao redor de Amami sejam adequadas para a criação de filhotes”.

O número de turistas que foram para o ilhéu, na província de Kagoshima, para observar baleias também aumentou, com cerca de 3.680 pessoas que visitaram o local. A atividade comum entre eles era nadar e observar as baleias, com 1.526 participações. Porém, cerca de 355 pessoas supostamente cancelaram seus passeios devido à disseminação do coronavírus.

As baleias jubarte adultas podem medir de 11 a 14 metros e pesar cerca de 30 toneladas. Na estação reprodutiva, eles viajam para o sul, para as águas da Ilha Amami-Oshima e de Okinawa, e voltam para o norte após a reprodução.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.